A Mídia e a Sustentabilidade Social: Os Entraves Econômico-financeiros e a Necessidade de Promoção de uma Consciência Ecológica

Bruno Mello Corrêa de Barros, Daniela Richter

Resumo


O presente artigo versa sobre a necessidade de difusão de informação e conhecimento ambiental por parte dos veículos de comunicação, bem como a ausência de discussão e consciência sobre os recursos naturais. O artigo objetiva, especificamente, demonstrar a carência de exploração da temática ecológica e sustentável por parte da mídia tradicional e dos novos veículos que difundem a informação e o conhecimento. Além disso, procura promover uma análise acerca da intervenção econômica e mercadológica que o setor financeiro e publicitário realiza sobre as empresas midiáticas e de comunicação do país, interferindo diretamente nas agendas concernentes à pauta ambiental. Justifica-se a análise deste tema devido à atualidade e aos vários questionamentos e divergências que lhe acompanham, visto a sobrecarga do ecossistema quanto à escassez dos recursos naturais e a necessidade da questão ambiental ser tratada de forma integrada e abrangente. Para o estudo, utilizou-se o método dedutivo.

Palavras-chave


mídia; sustentabilidade; intervenção econômica

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/rtj.v2i2.94

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Bruno Mello Corrêa de Barros, Daniela Richter



Revista Thesis Juris

e-ISSN: 2317-3580
http://revistartj.org.br

Revista Thesis Juris ©2020 Todos os direitos reservados.