Juventude e contemporaneidade: vínculos complexos e futuro incerto

Maria do Horto Salles Tiellet, Maria da Penha Fornanciari Antunes, José Ferreira da Costa

Resumo


Neste artigo apresentam-se os campos da educação, do emprego/renda e da violência que compõem os desenhos fractais da realidade complexa dos jovens da cidade de Cáceres/MT, município localizado na fronteira com a República da Bolívia. A faixa etária de 15 a 24 anos é o recorte populacional da pesquisa quanti-qualitativa, cujo aspecto quantitativo diz respeito à utilização de diferentes bancos de dados que compõem os fractais irregulares da realidade cacerense, em que têm destaque a desigualdade social, os baixos índices de violência, a localização geográfica do município, como pontos complexos e fragmentados a serem desvendados. A cidade de Cáceres permite paradoxos que precisam ser mais bem estudados.

Palavras-chave


juventude; fronteira; políticas públicas

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/eccos.n32.4260

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



EccoS – Revista Científica

e-ISSN: 1983-9278
ISSN: 1517-1949
www.revistaeccos.org.br

EccoS – Revista Científica ©2021 Todos os direitos reservados.

Esta obra está licenciada com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional