Análise dos efeitos da COVID-19 nos resíduos sólidos domiciliares coletados em 22 capitais brasileiras

Julia Ramos Protásio, Mariana Sedenho de Morais, Katia Sakihama Ventura

Resumo


Objetivo: O objetivo principal foi analisar os efeitos da COVID-19 aos resíduos sólidos domiciliares coletados em 22 capitais brasileiras.

Metodologia: Abordagem descritiva, incluindo a seleção de capitais brasileiras e análise de dados de resíduos sólidos domiciliares (RSD) por revisão bibliográfica e consulta a plataformas institucionais em meio digital, no início da pandemia.

Relevância: A pandemia exigiu adaptações dos administradores locais e o estabelecimento de protocolos norteadores à prevenção do vírus, o que desencadeou adaptações emergenciais nas operações diárias da coleta de RSD, especialmente nas capitais brasileiras.

Resultados: No período analisado, as capitais com o maior número de casos acumulados de COVID-19 foram São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro. Considerando as 22 capitais analisadas, três possuem planos de contingência à COVID-19 para resíduos sólidos e, 16 delas apresentam diretrizes complementares à gestão de resíduos sólidos. Houve redução dos resíduos sólidos domiciliares coletados em abril e maio de 2020, logo após a disseminação do vírus no país.

Contribuições: As principais contribuições foram a descrição quantitativa de RSD coletados em capitais brasileiras, a identificação de procedimentos adotados no período analisado e, um conjunto de iniciativas preliminares para melhoria da gestão pública no setor.

Conclusão: O surto pandêmico à COVID-19 gerou adaptações emergenciais na coleta de resíduos sólidos domiciliares e ausência de divulgação de dados, mesmo após um ano de pandemia nas capitais brasileiras. Neste campo, as iniciativas propostas têm a capacidade de mobilizar os municípios à sustentabilidade e resiliência no pós-pandemia.


Palavras-chave


Resíduos sólidos domiciliares; Covid-19; Cidades resilientes.

Texto completo:

PDF (English) PDF

Referências


Aboubakr, H. A., Sharafeldin, T. A., & Goyal, S. M. (2020). Stability of SARS‐CoV‐2 and other coronaviruses in the environment and on common touch surfaces and the influence of climatic conditions: A review. Transboundary and emerging diseases. Doi: https://doi.org/10.1111/tbed.13707

Albuquerque, F. (2020, 19 May). Balanço mostra queda em produção de lixo domiciliar durante pandemia. Agência Brasil. Recuperado de: https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2020-05/balanco-mostra-queda-em-producao-de-lixo-domiciliar-durante-pandemia

Aligleri, L. (2020). Pesquisa aponta aumento de resíduos e alerta para situação dos trabalhadores das cooperativas. Agência UEL de Notícias. Recuperado de: http://www.uel.br/com/agenciaueldenoticias/index.php?arq=ARQ_not&id=30645

Araújo, E. C. D. S. & Silva, V. F. (2020). A gestão de resíduos sólidos em época de pandemia do COVID-19. GeoGraphos: Revista Digital para Estudiantes de Geografía y Ciencias Sociales, 11(129), 192-215. Doi: 10.14198/GEOGRA2020.11.129

Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental. ABES (2020a). Re: Pesquisa Impacto da covid-19 na gestão de resíduos: conheça a situação das capitais brasileiras. [Video]. Recuperado de: https://www.youtube.com/watch?v=pWEpJyhTOow&t=5718s

Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental. ABES (2020b) Re: Roda de Conversa: a ABES e os 10 anos da Política Nacional de Resíduos Sólidos. [Video file]. Recuperado de: https://www.youtube.com/watch?v=kkN-jzcwj_g&t=4209s

Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental. ABES (2020c). Gestão dos resíduos na pandemia da covid-19: lições aprendidas e desafios para o setor de resíduos. [Video file]. Recuperado de: https://www.youtube.com/watch?v=hLApo_CtWrc&t=11836s

Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental. ABES (2020d). O impacto da pandemia pela COVID-19 na gestão dos resíduos sólidos urbanos situação das capitais brasileiras. Recuperado de: https://www.abes-dn.org.br/wp-content/uploads/2020/08/Pesquisa-ABES-2.1-Pandemia-COVID-19-RSU-Capitais-26.8.2020-2.pdf

Brazil (2019). Ministério das Cidades. Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental. Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento. Diagnóstico do manejo de resíduos sólidos urbanos: 2018. Recuperado de: http://www.snis.gov.br/diagnostico-anual-residuos-solidos/diagnostico-do-manejo-de-residuos-solidos-urbanos-2018

Brazil (2020). Ministério da Saúde. COVID-19: painel Coronavírus 2020. Recuperado de: https://covid.saude.gov.br/

Brazil (2021). Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. COVID-19 Vacinação Doses Aplicadas. Recuperado de: https://www.gov.br/saude/pt-br/vacinacao

Compromisso Corporativo com a Reciclagem CEMPRE (2020). Pesquisa aponta aumento de resíduos e alerta para situação dos trabalhadores das cooperativas. CEMPRE Compromisso Corporativo com a Reciclagem. Recuperado de: http://cempre.org.br/cempre-informa/id/%20119%20/%20comunicado-funcionamento-da-coleta-seletiva-no-periodo-de-isolamento

Dias, S., Abussafy, R., Gonçalves, J., & Martins, J. P. (2020). Impactos da pandemia de COVID-19 sobre reciclagem inclusiva no Brasil. Recuperado de: https://www.wiego.org/sites/default/files/publications/file/Impacts%20of%20the%20COVID-19%20Pandemic%20on%20Inclusive%20Recycling%20in%20Brazil%20Portuguese%20for%20web_1.pdf

Fehr, A. R., & Perlman, S. (2015). Coronaviruses: an overview of their replication and pathogenesis. In Coronaviruses (pp. 1-23). Humana Press, New York, NY.

Fiocruz (2020a). A gestão de riscos e governança na pandemia por COVID-19 no Brasil. Recuperado de: https://portal.fiocruz.br/sites/portal.fiocruz.br/files/documentos/relatoriocepedes-isolamento-social-outras-medidas.pdf

Fiocruz (2020b). Covid-19: Quais as diferenças entre isolamento vertical, horizontal e lockdown? Recuperado de: https://portal.fiocruz.br/pergunta/covid-19-quais-diferencas-entre-isolamento-vertical-horizontal-e-lockdown

Gonçalvez, C. (2017). Regiões, cidades e comunidades resilientes: novos princípios de desenvolvimento. urbe. Revista Brasileira de Gestão Urbana, 9(2), 371-385.

Inloco (2020). Dados de Isolamento Social das Capitais Brasileiras. Recuperado de: https://www.inloco.com.br/covid-19

Jones, M. (2020). Campo Grande atinge pior isolamento em um fim de semana desde 1º caso confirmado. Campo Grande News. Recuperado de: https://www.campograndenews.com.br/cidades/capital/campo-grande-atinge-pior-isolamento-em-um-fim-de-semana-desde-1o-caso-confirmado

Kampf, G., Todt, D., Pfaender, S., & Steinmann, E. (2020). Persistence of coronaviruses on inanimate surfaces and their inactivation with biocidal agents. Journal of Hospital Infection, 104(3), 246-251. Doi: https://doi.org/10.1016/j.jhin.2020.01.022

Klemes, J. J., Van Fan, Y., Tan, R. R., & Jiang, P. (2020). Minimising the present and future plastic waste, energy and environmental footprints related to COVID-19. Renewable and Sustainable Energy Reviews, 127, 109883. Doi: https://doi.org/10.1016/j.rser.2020.109883

Kulkarni, B. N., & Anantharama, V. (2020). Repercussions of COVID-19 pandemic on municipal solid waste management: Challenges and opportunities. Science of The Total Environment, 743, 140693. Doi: https://doi.org/10.1016/j.scitotenv.2020.140693

Li, G., Fan, Y., Lai, Y., Han, T., Li, Z., Zhou, P., Wang, W., Hu, D., Liu, X., Zhang, W. & Wu, J. Coronavirus infections and immune responses. J Med Virol. 2020; 92: 424– 432. https://doi.org/10.1002/jmv.25685

Massuda, A., Hone, T., Leles, F. A. G., de Castro, M. C., & Atun, R. (2018). The Brazilian health system at crossroads: progress, crisis and resilience. BMJ global health, 3(4).

Mishra, S. V., Gayen, A., & Haque, S. M. (2020). COVID-19 and urban vulnerability in India. Habitat international, 103, 102230. Doi: https://doi.org/10.1016/j.habitatint.2020.102230

Morais, M.S., Protásio, J.R., & Ventura, K.S. (2020). Análise dos efeitos da covid-19 aos resíduos sólidos domiciliares coletados em 22 capitais brasileiras. IV Simpósio Brasileiro Online de Gestão Urbana. Recuperado de: https://www.eventoanap.org.br/eventos/paginas/evento/21/pagina/anais

Nações Unidas (2021). Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Recuperado de: https://brasil.un.org/pt-br/sdgs

Organização Mundial de Saúde (2020). Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS). Folha Informativa - COVID 19. Recuperado de: https://www.paho.org/pt/covid19

Pastorelli Junior, J. H. (2018). Estudo da sustentabilidade e resiliência urbana no contexto da redução de risco de desastres.

Penteado, C. S. G. & Castro, M. A. S. (2020). Covid-19 effects on municipal solid waste management: What can effectively be done in the Brazilian scenario? Resources, Conservation and Recycling, 164, 105152. Doi: https://doi.org/10.1016/j.resconrec.2020.105152

Prefeitura de Belo Horizonte (2020). Superintendência de Limpeza Urbana (SLU). O Retorno da Coleta Seletiva em Belo Horizonte: Trabalho de treinamento, protocolo e adequações para o retorno Seguro. In: GESTÃO DOS RESÍDUOS NA PANDEMIA DA COVID-19: lições aprendidas e desafios para o setor de resíduos. 2020. (4h43m24s). Recuperado em: https://www.youtube.com/watch?v=hLApoCtWrc

Ragazzi, M., Rada, E. C., & Schiavon, M. (2020). Municipal solid waste management during the SARS-COV-2 outbreak and lockdown ease: Lessons from Italy. Science of the Total Environment, 745, 141159. Doi: https://doi.org/10.1016/j.scitotenv.2020.141159

Souza, M. D.(2020, 20 May). Coronavírus: 11 estados brasileiros registram lockdown em pelo menos uma cidade. Brasil de Fato. Recuperado de: https://www.brasildefato.com.br/2020/05/20/coronavirus-11-estados-brasileiros-registram-lockdown-em-pelo-menos-uma-cidade

Uzunian, A. (2020). Coronavirus SARS-CoV-2 and Covid-19. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial, 56. Doi: https://doi.org/10.5935/1676-2444.20200053

Van Fan, Y., Jiang, P., Hemzal, M., & Klemeš, J. J. (2020). An update of COVID-19 influence on waste management. Science of the Total Environment, 754, 142014. Doi: https://doi.org/10.1016/j.scitotenv.2020.142014

Ventura, K.S., Morais, M.S., Vaz Filho, P. & BrunettiI Junior, A. (2020). Análise dos impactos da Covid-19 à coleta de resíduos sólidos domiciliares, recicláveis e de serviços de saúde no município de Araraquara (SP), Brasil. Engenharia Ambiental e Sanitária (edição especial). Recuperado de: http://abes-dn.org.br/wp-content/uploads/2020/09/CV19-An%C3%A1lise-dos-impactos-da-covid-19-%C3%A0-coleta-de-res%C3%ADduos-s%C3%B3lidos-domiciliares-recicl%C3%A1veis-e-de-servi%C3%A7os-de-sa%C3%BAde-no-munic%C3%ADpio-de-Araraquara-SP-Brasil-1-1.pdf

Urban Systems (2020). Ranking Connected Smart Cities 2020. Recuperado de: https://ranking.connectedsmartcities.com.br/sobre-o-ranking.php. Nghiem, L. D., Morgan, B., Donner, E., & Short, M. D. (2020). The COVID-19 pandemic: considerations for the waste and wastewater services sector. Case Studies in Chemical and Environmental Engineering, 100006. Doi: https://doi.org/10.1016/j.cscee.2020.100006

Weiss, S. R., & Navas-Martin, S. (2005). Coronavirus pathogenesis and the emerging pathogen severe acute respiratory syndrome coronavirus. Microbiology and molecular biology reviews, 69(4), 635-664. Doi: https://doi.org/10.1128/MMBR.69.4.635-664.2005

Werneck, G. L., & Carvalho, M. S. (2020). A pandemia de COVID-19 no Brasil: crônica de uma crise sanitária anunciada. Cad. Saúde Pública 36 (5). Doi: https://doi.org/10.1590/0102-311X00068820

World Health Organization. (2020a). Water, sanitation, hygiene, and waste management for the COVID-19 virus: interim guidance, 23 April 2020 (No. WHO/2019-nCoV/IPC_WASH/2020.3). World Health Organization.

World Health Organization. (2020b). Coronavirus disease 2019 (COVID-19): situation report, 66. Recuperado de: https://www.who.int/docs/default-source/coronaviruse/situation-reports/20200326-sitrep-66-covid-19.pdf?sfvrsn=9e5b8b48_2

World Health Organization. (2020c). COVID‑19 strategy update - 14 April 2020. Recuperado de: https://www.who.int/publications/i/item/covid-19-strategy-update---14-april-2020

World Health Organization. (2021). Coronavirus disease (COVID-19) pandemic. Recuperado de: https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019

WRI – World Research Institute (2021). Seizing the Urban Opportunity: How can national governments recover from COVID-19, tackle the climate crisis and secure shared prosperity through cities? Recuperado de: https://urbantransitions.global/urban-opportunity/seizing-the-urban-opportunity/

WRI Brasil (2020). O que são cidades inteligentes no Brasil e como elas podem promover o desenvolvimento sustentável. Recuperado de: https://wribrasil.org.br/pt/blog/2020/02/o-que-sao-cidades-inteligentes-no-brasil-e-como-elas-podem-promover-o-desenvolvimento-sustentavel?gclid=EAIaIQobChMImP_m58mj8gIVySitBh0ZpgRsEAAYBCAAEgLEOPD_BwE




DOI: https://doi.org/10.5585/geas.v10i1.19698

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Rev. Gest. Ambient. Sustentabilidade

Journal of Environmental Management & Sustainability

Rev. Gest. Ambient. Sustentabilidade ©2021 Todos os direitos reservados.

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional