Gestão de projetos: gestão de escopo e stakeholders na implantação de um projeto de software em um ambiente sem contexto de projetos

Juliano Idogawa, Silvia Regina Veronese Correia, Flavio Bizarrias

Resumo


Este relato técnico discute a importância da aplicação de ferramentas de gerenciamento de projetos, com foco em gestão de escopo e stakeholders. O método utilizado foi estudo de caso e a unidade de análise foi um projeto de implementação de software de um fornecedor multinacional para concessão de descontos em academias de ginástica numa empresa de transportes aéreos no Brasil. Os dados foram coletados por meio de análise documental e entrevista com o gerente do projeto da companhia. A conclusão da análise dos dados deste estudo permitiu o entendimento dos problemas ocorridos no gerenciamento do projeto e como as dificuldades das áreas que tratam de gestão de escopo e stakeholders encontradas durante a gestão do projeto culminaram no atraso do projeto. A intervenção executada no modelo de assessoria permitiu realizar um mapa de problemas versus lições aprendidas. A contribuição deste trabalho é consolidada pela elaboração de uma proposta de gestão de escopo e stakeholders utilizando as boas práticas de gerenciamento de projetos em contextos que não sejam de projetos.

 

 


Palavras-chave


Gerenciamento de escopo; Gerenciamento de stakeholders; Gerenciamento de projetos

Texto completo:

PDF

Referências


Biancolino, C. A., Kniess, C. T., Maccari, E. A., & Rabechini, R., Jr. (2012). Protocolo para Elaboração de Relatos de Produção Técnica. Revista de Gestão e Projetos, 3(2), 294–307.

Carvalho, M. M., & Rabechini, R., Jr. (2019). Fundamentos em gestão de projetos: construindo competências para gerenciar projetos. (5a ed.). São Paulo: Atlas.

Drejer, A. (2001). How can we define and understand competencies and their development? Technovation, 21(3), 135–146.

Drejer, A., & Riis, J. O. (1999). Competence development and technology How learning and technology can be meaningfully integrated. 631–644.

Freeman, R. E. (1984). Strategic management: A stakeholder approach. Boston, MA: Pitman/Ballinger.

Freeman, R. E. (2010). Strategic management: A stakeholder approach. Cambridge University Press.

Kerzner, H. (2015). Gerenciamento de Projetos: uma Abordagem Sistêmica Para Planejamento, Programação e Controle (1a ed.). São Paulo: Blucher.

Lampel, J. (2001). The core competencies of effective project execution: the challenge of diversity. International Journal of Project Management, 471–483.

Lei nº 13.709, de 14 de Agosto de 2018. Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPDP). Recuperado em 23 de agosto, 2019, de http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2018/lei/L13709.htm

Loufrani-Fedida, S., & Missonier, S. (2015). The project manager cannot be a hero anymore! Understanding critical competencies in project-based organizations from a multilevel approach. International Journal of Project Management, 33(6), 1220–1235.

Patah, L.A., & Carvalho, M. M. (2012). Métodos de Gestão de Projetos e Sucesso dos Projetos: Um Estudo Quantitativo do Relacionamento entre estes Conceitos. Revista de Gestão e Projetos – GeP.

PMI. (2017). A guide to the project management body of knowledge (PMBOK guide). In Project Management Journal (Vol. 40).

Yin, R.K. Planejamento e Métodos, Bookman, (2a ed.), 2003.




DOI: https://doi.org/10.5585/iptec.v8i2.17456

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista Inovação, Projetos e Tecnologias – IPTEC

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Revista Inovação, Projetos e Tecnologias - IPTEC

e-ISSN: 2318-9851
www.revistaiptec.org

Revista Inovação, Projetos e Tecnologias - IPTEC ©2020 Todos os direitos reservados.