A instituição de ensino superior como geradora de inovação social: uma proposta de ROADMAP para a transformação social

Joyce Pinho Furlan, Lucca Brazile Beneton, Victor Brazile Beneton, Leandro Rodrigues da Silva

Resumo


O processo de transformação social se manifesta dentro de uma universidade inserida no contexto da Segunda Revolução Acadêmica, que assume a condição adicional das contribuições provenientes da Primeira Revolução Acadêmica. O objetivo deste trabalho de pesquisa é analisar como o processo de inovação social acontece dentro de uma Instituição de Ensino Superior (IES) e propor um roadmap facilitador para promover a transformação social, por intermédio da implementação de atividades de extensão universitária. A metodologia é caracterizada pela pesquisa qualitativa-quantitativa de caráter exploratório, por intermédio de estudo de caso com a realização de entrevistas com gestores, grupo focal e aplicação de questionário com a comunidade escolar, executando uma análise de conteúdo apoiada em documentos disponíveis em plataformas acadêmicas. Os resultados mostram o potencial de influência social que uma IES pode exercer em torno de sua região, adquirindo um importante papel no processo de formação dos alunos e transformação da comunidade local. Assim, esse trabalho contribui ao lançar um roadmap capaz de ser um ferramental no estímulo da inovação social dentro de IES, possibilitando a gestão de atividades de extensão universitária, bem como a proposição de uma nova forma de aplicar o conhecimento em benefício comum, ao estimular o empreendedorismo e inovação social em prol do desenvolvimento econômico e social.


Palavras-chave


Inovação social; Instituição de Ensino Superior; Roadmap; Extensão universitária; Quádrupla hélice

Texto completo:

PDF

Referências


Almeida, D. R., & Cruz, A. D. A. (2015). O Brasil e a segunda revolução acadêmica. Interfaces da Educação, 1(1), 53-65.

Bachmann, A. M. R. (2017). Extensão universitária e inovação social: estudo na Universidade Regional de Blumenau. Dissertação (Mestrado em Administração) – Programa de Pós-Graduação em Administração, Universidade Regional de Blumenau, Blumenau-SC.

Brasil. (2020). Ministério da Educação. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/. Acesso em 30 de ago. de 2020.

Cajaiba-Santana, G. (2014). Social innovation: Moving the field forward. A conceptual framework. Technological Forecasting and Social Change, 82, 42-51.

Carayannis, E. G., & Campbell, D. F. (2010). Triple Helix, Quadruple Helix and Quintuple Helix and how do knowledge, innovation and the environment relate to each other?: a proposed framework for a trans-disciplinary analysis of sustainable development and social ecology. International Journal of Social Ecology and Sustainable Development (IJSESD), 1(1), 41-69.

Carayannis, E.G., & Campbell, D.F.J. (2015). Art and artistic research in quadruple helix innovation systems. In G. Bast, E. G. Carayannis, D. F. J. Campbell (Eds.). Arts, Research, Innovation and Society. New York, NY.

Carayannis, E. G., Grigoroudis, E., Campbell, D. F., Meissner, D., & Stamati, D. (2018). The ecosystem as helix: an exploratory theory‐building study of regional co‐opetitive entrepreneurial ecosystems as Quadruple/Quintuple Helix Innovation Models. R&D Management, 48(1), 148-162.

Cervo, A. L., & Bervian, P. A. (1980). Metodologia científica. McGraw Hill.

Christensen, C. M., Raynor, M. & McDonald, R. (2015). ‘What is disruptive innovation?’. Harvard Business Review, 93, 44–53.

Costa, R. C. (2018). A pegada ideológica na narrativa da segunda revolução académica. Análise crítica da construção de um paradigma. Revista Crítica de Ciências Sociais, (116), 49-70.

da Costa, L. F., Dorion, E. C. H., & Olea, P. M. (2016). Produção Acadêmica Sobre Inovação Social em Programas de Mestrado e Doutorado Brasileiros. In XVI Mostra de Iniciação Científica, Pós-graduação, Pesquisa e Extensão.

Doin, T., & Rosa, A. R. (2019). Interação universidade-empresa-governo: o caso do programa de cooperação educacional para transferência de conhecimento Brasil-Cingapura. Cadernos EBAPE. BR, 17(4), 940-958.

Etzkowitz, H., & Leydesdorff, L. (2000). The dynamics of innovation: from National Systems and “Mode 2” to a Triple Helix of university–industry–government relations. Research Policy, 29(2), 109-123.

Faria, S. Extensão universitária e suas mediações político-pedagógicas. In: Anais do 2º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária Belo Horizonte. Congresso Brasileiro de Extensão Universitária, 12 a 15 de setembro de 2004.

Forproex. Política Nacional de Extensão Universitária – Renex. Manaus, 2012. Disponível em: http://www.renex.org.br/documentos/2012-07-13-Politica-Nacional-deExtensao.pdf.

Gomes, M. & Pereira, F., 2015. HÉLICE TRÍPLICE: UM ENSAIO TEÓRICO SOBRE A RELAÇÃO UNIVERSIDADE-EMPRESA-GOVERNO EM BUSCA DA INOVAÇÃO. International Journal of Knowledge Engineering and Management, p.137.

Howaldt, J. & Schwarz, M., 2010. Social Innovation: Concepts, Research Fields and International Trends. 1st ed.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Estatísticas. Sociais – IBGE. (2020). Taxa de Desemprego.

Juliani, D. P. (2015). Desenvolvimento de um framework conceitual para potencializar a inovação social nas universidades sob o enfoque da cultura organizacional. Tese (Doutorado em Engenharia e Gestão do Conhecimento) - Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis-SC.

Leydesdorff, L., & Etzkowitz, H. (1998). Triple Helix of innovation: introduction. Science and Public Policy, 25(6), 358-364.

Leydesdorff, L. (2018). Synergy in knowledge-based innovation systems at national and regional levels: The Triple-Helix model and the Fourth industrial revolution. Journal of Open Innovation: Technology, Market, and Complexity, 4(2), 16.

Lundvall, B. Å. (2010). National systems of innovation: Toward a theory of innovation and interactive learning (Vol. 2). Anthem press.

Miller, K., McAdam, R., & McAdam, M. (2018). A systematic literature review of university technology transfer from a quadruple helix perspective: toward a research agenda. R&D Management, 48(1), 7-24.

Mineiro, A. A. C., & de Castro, C. C. (2020). A Hélice Quádrupla e sua relação com a visão de futuro dos Parques Científicos e Tecnológicos consolidados no Brasil. Revista de Administração, Sociedade e Inovação, 6(2), 71-89. Disponível em: https://rasi.vr.uff.br/public/site/images/PDF/422_rasi.pdf. Acesso em: 14 out. 2020.

Nelson, R. R., & Rosenberg, N. (1993). National innovation systems: a comparative analysis. Oxford University Press on Demand.

Phills, J. A., Deiglmeier, K., & Miller, D. T. (2008). Rediscovering social innovation. Stanford Social Innovation Review, 6(4), 34-43.

Saad, M., & Zawdie, G. (2005). From technology transfer to the emergence of a triple helix culture: The experience of Algeria in innovation and technological capability development. Technology Analysis and Strategic Management, 17(1), 89-103.

Sábato, J., & Botana, N. (1968). La Ciencia y la Tecnología en el desarrollo futuro de América Latina. Revista de la Integración. p. 15-36

Santos, F. M. (2012). A positive theory of social entrepreneurship. Journal of Business Ethics, 111(3), 335-351.

Vorley, T., & Nelles, J. (2008). (Re) conceptualising the academy: Institutional development of and beyond the third mission. Higher Education Management and Policy, 20(3), 1-17.

Zhao, E. Y., Fisher, G., Lounsbury, M., & Miller, D. (2017). Optimal distinctiveness: Broadening the interface between institutional theory and strategic management. Strategic Management Journal, 38(1), 93-113.




DOI: https://doi.org/10.5585/iptec.v9i2.19961

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Revista Inovação, Projetos e Tecnologias

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Revista Inovação, Projetos e Tecnologias - IPTEC

e-ISSN: 2318-9851
www.revistaiptec.org

Revista Inovação, Projetos e Tecnologias - IPTEC ©2021 Todos os direitos reservados.

Esta obra está licenciada com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional