Dever fundamental do marítimo na segurança do tráfego aquaviário: uma análise sob a perspectiva tecnológica

João Bernardo Antunes de Azevedo Guedes, Daury Cesar Fabriz

Resumo


A pesquisa em tela propõe analisar o dever fundamental do marítimo na segurança do tráfego aquaviário sob uma perspectiva tecnológica. Neste sentido, o estudo tem como propósito verificar à luz do texto constitucional a temática da segurança, conjugando-a com a legislação atinente à segurança do tráfego aquaviário, nomeadamente com a Lei n.º 9.537/97, principal norma nacional sobre a Segurança do Tráfego Aquaviário (LESTA); com o Decreto n.º 2.596 de 1998 (RLESTA) que regulamenta a referida norma; e com as normas infralegais emanadas pela Marinha do Brasil (autoridade marítima). Serão abordados no trabalho os principais aspectos atinentes à segurança do tráfego aquaviário com o recorte do viés tecnológico de modo a desvelar a importância de o marítimo cumprir as referidas preconizações. Tal prática por parte dos marítimos será de extrema valia para a promoção da segurança do tráfego aquaviário, demonstrando que para além de um gesto de solidariedade, conforme a hipótese apresentada, a contribuição para com a segurança do tráfego aquaviário por esse grupo se desvelará, sob o fio condutor do método fenomenológico, como um dever fundamental.

Palavras-chave


segurança; tráfego aquaviário; dever fundamental; Tecnologia; direitos humanos.

Texto completo:

PDF

Referências


ALEXANDRINO, José de Melo. Direitos fundamentais: introdução geral. Estoril: Princípia, 2007.

AURELIANO, Nuno. A salvação marítima. Coimbra: Almedina, 2006.

BARCELLOS, Ana Paula de. Curso de direito constitucional. 4. ed. Rio de Janeiro: Forense 2022.

CANOTILHO, José Joaquim Gomes. Direito constitucional e teoria da constituição.7. ed. Coimbra: Almedina, 2003.

CASTRO JUNIOR, Oswaldo Agripino de (coord.). Direito marítimo: temais atuais.. Belo Horizonte: Forum: 2012.

CLÈVE, Clèmerson Martins. Temas de direito constitucional. 2. ed. Belo Horizonte: Forum, 2014.

DARTIGUES, André. O que é fenomenologia? São Paulo: Centauro: 2008.

CHAI, Cássius Guimarães; ALMEIDA, Igor Martins Coelho. A participação cidadã no processo de construção de políticas de segurança pública: uma análise sobre o Projeto de Lei de instituição do Sistema Único de Segurança Pública. Revista de Direitos e Garantias Fundamentais da Faculdade de Direito de Vitória, v. 15, n. 2, jul./dez.2014. Disponível em: https://sisbib.emnuvens.com.br/direitosegarantias/article/view/586. Acesso em: 10 set. 2021.

DELGADO, Joedson de Souza; SILVA, Ana Paula Henriques da. A fiscalização sanitária das embarcações em águas jurisdicionais brasileiras: notas acerca da (in)efetividade da Súmula 50 da AGU. Revista de Direito Internacional, Brasília, v. 12, n. 1, p. 250-263, 2015. Disponível em: https://www.publicacoesacademicas.uniceub.br/rdi/article/view/3358/pdf. Acesso em: 15 nov. 2021.

FABRIZ, Daury Cesar; GONÇALVES, Luísa Cortat Simonetti. Dever Fundamental: a construção de um conceito. In: DE MARCO, Christian Magnus et al. Direitos fundamentais civis: teoria geral e mecanismos de efetividade no Brasil e na Espanha.Tomo I. Joaçaba: Editora UNOESC, 2013. p. 87-96.

FABRIZ, Daury Cesar; ABIKAIR FILHO, Jorge. A teoria geral da prestação do dever fundamental, sob a ótica de Lévinas. Derecho Y Cambio Social, 2013. Disponível em: https://www.derechoycambiosocial.com/revista031/A_TEORIA_GERAL_DA_PRESTA%C3%87%C3%83O.pdf. Acesso em: 12 out. 2021.

FABRIZ, Daury Cesar; GOMES, José Geraldo. Dos deveres fundamentais: uma abordagem sobre o dever fundamental de contribuir com a Segurança Pública. In: BUSSINGUER, Elda Coelho. Direitos fundamentais: pesquisa. Curitiba: CRV, 2011.

FABRIZ, Daury Cesar; OBREGÓN, Marcelo Fernando Quiroga. O dever fundamental de proteção ambiental no mar territorial. Revista de Direito da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais. n. 65, 2014. Disponível em: https://revista.direito.ufmg.br/index.php/revista/article/view/1635. Acesso em: 10 set. 2021.

GILBERTONI, Carla. Teoria e prática do direito marítimo. Rio de Janeiro: Renovar: 2005.

GROBÉRIO, Sonia do Carmo. Arranjo federativo brasileiro, políticas públicas e o direito fundamental à segurança pública: análise da descentralização da política de drogas no Estado do Espírito Santo à luz da teoria do risco na sociedade. Tese de Doutorado realizado junto à Faculdade de Direiro de Vitória. 27 de março de 2020. Disponível em: http://repositorio.fdv.br:8080/browse?type=author&value=GROB%C3%89RIO%2C+Sonia+do+Carmo. Acesso em: 15 out. 2021.

HEES, Regina; FRANCO, Sebastião Pimentel. A história da praticagem no Espírito Santo. Belo Horizonte: Fino Traço, 2019.

HUSSERL.Edmund. A ideia da fenomenologia. Lisboa: Edições 70, 2015.

MARQUES, Fabiano Lepre. Controle de políticas públicas: justiciabilidade imediata do direito fundamental à segurança pública. Revista de Direitos e Garantias Fundamentais da Faculdade de Direito de Vitória, n. 10, jul./dez. 2011. Disponível em : https://sisbib.emnuvens.com.br/direitosegarantias/article/view/124/113. Acesso em: 10 set. 2021.

NABAIS, José Casalta. O dever fundamental de pagar impostos: contributo para a compreensão constitucional do estado fiscal contemporâneo. Coimbra: Almedina, 2009.

NABAIS, José Casalta. A face oculta dos direitos fundamentais: os deveres e os custos dos direitos. In: Por um Estado fiscal suportável: estudos de direito fiscal. Coimbra: Almedina, 2005. Disponível em: http://www.egov.ufsc.br/portal/sites/default/files/anexos/15184-15185-1-PB.pdf. Acesso em: 10 set. 2021.

OTERO, Paulo. Instituições políticas e constitucionais. volume 1 Coimbra: Almedina, 2007.

PECES-BARBA MARTÍNEZ, Gregorio. Los deberes fundamentales. Doxa. Alicante, n. 04, p. 329-341, 1987. Disponível em: http.cervantesvirtual.com/nd/ark:/59851/bmcxp7d3. Acesso em: 10 set. 2021.

PEDRA, Adriano Sant’Ana; TAVARES, Henrique da Cunha Tavares. A eficácia dos deveres fundamentais. Revista Derecho y Cambio Social. Disponível em: www.derechoycambiosocial.com/revista037/A_EFICACIA_DOS_DEVERES_FUNDAMENTAIS.pdf. Acesso em: 10 set. 2021.

PIMENTA, Matusalém Gonçalves. Processo marítimo: formalidades e tramitação. 2 ed. Barueri: Manole, 2013.

REI, Fernando. FARIAS, Valeria Cristina. O grande jogo do Ártico: reflexões com base

na perspectiva de exploração econômica à tutela ambiental. Revista de Direito Internacional, Brasília, v. 12, n.º 1, 2015, p. 250-263. Disponível em: https://www.publicacoesacademicas.uniceub.br/rdi/article/view/3556/pdf. Acesso em: 15 nov. 2021.

ROSSO, Paulo Sergio. Solidariedade e direitos fundamentais na Constituição brasileira de 1988. Revista de Direitos e Garantias Fundamentais da Faculdade de Direito de Vitória, n. 3, jul./dez. .2008. Disponível em: https://sisbib.emnuvens.com.br/direitosegarantias/article/view/50/47. Acesso em 10 de setembro de 2021.

SARLET, Ingo Wolfgang. A eficácia dos direitos fundamentais. 9. ed. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2008.

SARLET, Ingo Wolfgang. FENSTERSEIFER, Tiago. Princípios do direito ambiental. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2017.

STRECK, Lenio Luiz. Morais, José Luis Bolzan de. Ciência política e teoria do estado. 7 ed. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2010.




DOI: https://doi.org/10.5585/prismaj.v21n2.22205

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2022 João Bernardo Antunes de Azevedo Guedes; Daury Cesar Fabriz

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Prisma Jurídico

e-ISSN: 1983-9286

ISSN: 1677-4760
www.revistaprisma.org.br

Esta obra está licenciada com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional