Da Análise Econômica do Direito para a Análise Jurídica da Economia: a concretização da sustentabilidade

Liziane Parreira, Marcelo Benacchio

Resumo


Considerando a relação entre Direito e Economia, no presente trabalho será examinado se o movimento da Analise Econômica do Direito é o mais adequado para pensar os complexos dilemas da sociedade pós-moderna. Serão expostas as premissas e os princípios elementares da Análise Econômica do Direito com o intuito de observar os problemas que a visão única desse pensamento pode acarretar. Também serão abordadas questões importantes, como a mercantilização humana e a ausência de liberdade de escolha. Partindo do desenvolvimento humano como o único caminho possível para a concretização da sustentabilidade, será apresentada a Análise Jurídica da Economia como uma possível solução para as dificuldades ocasionadas pelo modelo capitalista e pela livre intervenção do mercado.

Palavras-chave


Análise Econômica do Direito; Análise Jurídica da Economia; Sustentabilidade

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/prismaj.v11v1.4031

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



Prísma Jurídico

e-ISSN: 1983-9286

ISSN: 1677-4760
www.revistaprisma.org.br

Prísma Jurídico ©2020 Todos os direitos reservados.