A Competitividade do Setor de Telecomunicações Brasileiro

Cristiana Fernandes De Muylder, Jefferson Lopes La Falce, Maxwell Domiciano Rodrigues

Resumo


Objetivo: O objetivo deste trabalho consiste em analisar a competitividade e o desempenho do setor de telecomunicações brasileiro no período que antecedeu o processo da privatização findo no ano de 2013.

Método: Esta pesquisa utilizou dados secundários referentes ao setor de telecomunicações brasileiro no período de 1998 a 2013, com o intuito de analisar os indicadores de competitividade do setor e se fundamenta no estudo realizado por Ferraz et al. (1997), também verificados por De Muÿlder (2004), na qual os resultados foram agrupados nos grupos de fatores empresariais, estruturais e sistêmicos.

Originalidade/Relevância: Explicitar indicadores pode apoiar estratégias e sugerir novos rumos para o setor como um todo é muito relevante uma vez que estudos aplicados sobre desempenho e competitividade de setores econômicos auxilia na condução de políticas públicas e setoriais (Sousa, Vasconcellos, 2000; De Muylder, 2004; Cardoso, 2012; Silva, 2007, Silva et al.,2016; Magro, Silva e Klann, 2017).

Resultados: As transformações observadas ao longo dos anos estudados permitiram verificar que as características atuais do setor e das empresas impulsionaram as mudanças que continuam a acontecer, embora já se possa evidenciar que se trata de um setor com uma gama de serviços diferenciados de benefícios para aumentar o valor agregado da oferta de empresas face ao número de concorrentes.

Contribuição teórica ou metodológica: A discussão sobre indicadores de competitividade e desempenho a partir de modelo empírico, focando a expansão e participação no mercado é uma contribuição teórica que foi indicada por Fajnzylber (1988) primordialmente por incluir o fator social e conceitos como eficiência e eficácia, o preço e a qualidade (Coutinho; Ferraz, 1994).


Palavras-chave


Setor de Telecomunicações. Competitividade. Estratégia. Inovação. Desempenho.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/ijsm.v17i4.2619

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Ibero-Americana de Estratégia – RIAE



Iberoamerican Journal of Strategic Management (IJSM)
Revista Ibero-Americana de Estratégia (RIAE)
e-ISSN: 2176-0756
https://periodicos.uninove.br/index.php?journal=riae

Copyright © 2020 Iberoamerican Journal of Strategic Management (IJSM) All rights reserved.
Revista Ibero-Americana de Estratégia (RIAE) ©2020 Todos os direitos reservados.