O pensamento do estrategista: fatores que asseguram a tomada de decisões estratégicas nas pequenas e médias empresas

Werner Duarte Dalla, Carlos Alberto Gonçalves, Reynaldo Maia Muniz

Resumo


O comportamento organizacional está associado à tomada de decisão estratégica adotada por agentes indutores internos, considerados estrategistas. Esse comportamento leva a organização a buscar melhor desempenho em posições de mercado e no uso de recursos tangíveis e intangíveis. Este trabalho propõe avançar no entendimento de como esses agentes atuam na formulação de estratégias, elaboram heurísticas, conduzem os negócios nessa busca por melhor desempenho. Para tanto, adotou-se o método RepGrid (Kelly, 1955) aplicado a proprietários de pequenas e médias empresas (PMEs) em uma região produtora de calçados de Nova Serrana – MG. Os resultados identificaram os fatores de atenção dos agentes na elaboração de estratégias, os quais centralizam a decisão no dirigente e em seus sócios; baseiam-se em resultados financeiros; avaliam tanto as questões internas atuais quanto as externas de mercado; e conduzem um processo emergente e pouco formalizado.

 


Palavras-chave


Pensamento Estratégico; Tomada de decisão; Método Repertório Grid; Desempenho organizacional

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/ijsm.v8i2.1641

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2009 Revista Ibero-Americana de Estratégia – RIAE

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Iberoamerican Journal of Strategic Management (IJSM)
Revista Ibero-Americana de Estratégia (RIAE)
e-ISSN: 2176-0756
https://periodicos.uninove.br/index.php?journal=riae

Copyright © 2020 Iberoamerican Journal of Strategic Management (IJSM) All rights reserved.
Revista Ibero-Americana de Estratégia (RIAE) ©2020 Todos os direitos reservados.