Redes Modulares de Inovação em Indústrias de Alta Tecnologia

Milton Freitas Chagas, Roque Rabechini Jr, Arnoldo Souza Cabral, Milton de Abreu Campanario

Resumo


Esse trabalho mostra como estão estruturadas as redes interorganizacionais envolvendo duas organizações de indústrias de alta tecnologia: a Embraer e Siemens. Foram estudados três casos: o projeto dos jatos ERJ 170 / 190, da Embraer, e os equipamentos de raio X e da plataforma SX, da Siemens. Seu objetivo foi expandir a compreensão sobre o conceito de integração de sistemas no que se refere às atividades de projetos. Adotou-se a metodologia de estudo de caso. Os dados foram levantados por meio de entrevistas e análise documental nas duas empresas. Foi possível constatar como estão estruturadas as redes interorganizacionais das empresas estudadas tendo como base os tipos de acoplamentos propostos pela teoria e verificados por esse estudo. Dessa forma, descobriu-se o posicionamento dos casos estudados, como sendo, dois acoplamentos frouxos e um forte. Além disso, verificou-se também que as organizações que lideram as redes modulares de inovação são, em última instância, integradoras de conhecimento.

DOI:10.5585/riae.v10i3.1714


Palavras-chave


Gerenciamento de Projetos; Inovação; Integração de Sistemas; Redes Modulares.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/ijsm.v10i3.1714

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2011 Revista Ibero-Americana de Estratégia – RIAE

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Iberoamerican Journal of Strategic Management (IJSM)
Revista Ibero-Americana de Estratégia (RIAE)
e-ISSN: 2176-0756
https://periodicos.uninove.br/index.php?journal=riae

Copyright © 2020 Iberoamerican Journal of Strategic Management (IJSM) All rights reserved.
Revista Ibero-Americana de Estratégia (RIAE) ©2020 Todos os direitos reservados.