Capital social como fator-chave para o desenvolvimento da cadeia de suprimentos do limão: o caso da ASLIM

Thalita Emanuelle Farias Bastos, Verica Freitas, Veronica Angelica Freitas de Paula

Resumo


Objetivo: Este relato objetiva evidenciar de que forma o capital social foi utilizado como estratégia para o desenvolvimento da cadeia de suprimentos dos produtores de limão no Norte de Minas Gerais.

Metodologia: O método de pesquisa do relato tecnológico foca na exposição de resultados práticos embasados pela teoria, o que, aliado ao estudo de caso, possibilitou o aprofundamento sobre a situação específica da Associação Norte-mineira. Para a coleta de dados, foram realizadas entrevistas, tendo sido utilizado um roteiro semiestruturado e realizada visita in loco.

Originalidade: A cadeia de suprimentos do limão ainda é pouco explorada no meio acadêmico em termos de pesquisa gerencial, especialmente, a cadeia da região do Norte de Minas Gerais. Além disso, apresentar resultados práticos da utilização do capital social demonstra a relevância do estudo.

Principais resultados: O reconhecimento atual da Associação dos Produtores de Limão e Outras Frutas da Região do Jaíba (ASLIM) no cenário nacional e internacional comprova que o capital social se constituiu em uma estratégia assertiva para o desenvolvimento e aprimoramento da cadeia de suprimentos do limão. Os produtores associados tiveram não apenas ganhos financeiros, como progresso estrutural, gerencial, operacional e técnico.

Contribuições: A pesquisa contribui para o desenvolvimento do tema capital social na cadeia de suprimentos do limão, além de servir como exemplo para outras regiões produtoras que enfrentam problemas similares.


Palavras-chave


Cadeia de suprimentos; Capital social; Cooperação; Agronegócio.

Texto completo:

PDF

Referências


Avery, S. L. & Swafford, P. M. (2009). Social capital impact on service supply chains. Journal of Service Science, 2(2), 9-16.

Banco Mundial no Brasil. (2018). Emprego e crescimento: A agenda da produtividade. Recuperado em 12 fevereiro, 2020 de http://documents.worldbank.org/curated/en/203811520404312395/Emprego-e-crescimento-a-agenda-da-produtividade.

Biancolino, C. A., Kniess, C. T., Maccari, E. A. & Rabechini, R., Junior. (2012). Protocolo para elaboração de relatos de produção técnica. Revista de Gestão e Projetos – GeP, São Paulo, 3(2), 294-307.

Born, H. & Bachmann, J. (2006). Adding value to farm products: an overview. National Sustainable Agriculture Information Service. Recuperado de: https://attra.ncat.org/product/tree-fruits-organic-production-overview/.

Carvalho, K. L., Costa, R. P. & Souza, R. C. (2014). Gestão estratégica dos relacionamentos na cadeia de suprimentos da alface. Production, São Paulo, 24(2): 271-282.

Castro, L. T., Lopes, F. F. & Neves, M. F. (2010). Redes, capital social e marketing como elementos fundamentais para a agricultura familiar: uma experiência no Projeto público de irrigação Jaíba. Organizações Rurais & Agroindustriais, 12(3), 227-239.

Chandrasekaran, N. & Raghuram, G. (2014). Agribusiness Supply Chain Management. Boca Raton, Flórida: CRC Press.

Chernatony, L. de, Harris, F. & Riley, F. D. (2000). Added value: its nature, roles and sustainability. European Journal of Marketing, 34(1/2), 39-56.

Duarte, S. V. & Tavares, M. C. (2001). Sistema de distribuição de produtos agrícolas: Facilidades e dificuldades do escoamento da produção – um estudo de caso do Projeto Jaíba. Unimontes Científica, 2 (2), 1-25.

Gil, A. C. (1999). Métodos e técnicas de pesquisa social (5.ed). São Paulo: Atlas.

Godoy, A. S. (1995). Introdução à pesquisa qualitativa e suas possibilidades. Revista de Administração de Empresas – RAE, 35(2), 57-63.

Granovetter, M. (1985). Economic action and social structure: the problem of embeddedness. American Journal of Sociology, 91(3), 481-510.

Granovetter, M. (2005). The impact of social structure on economic outcomes. Journal of Economic Perspectives, 19 (1), 33-50.

Hammervoll, T. (2011). Honeymoons in supplu chain relationships: the effects of financial captital, social capital and psychological commitment. The International Journal of Logistics Management, 22(2), 264-279.

Johnson, N., Elliott, D., & Drake, P. (2013). Exploring the role of social capital in facilitatins supply chain resilience. Supply Chain Management: An International Journal, 18(3), 324-336.

Leal, A. (2019). PIB do Agronegócio cresce mais que conjunto da economia em 2019 e 2020. Agência Brasil. Recuperado em 06 maio, 2020 de https://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2019-11/pib-do-agronegocio-cresce-mais-que-conjunto-da-economia-em-2019-e-2020.

Lin, N. (2001). Social capital: A theory of social structure and action. Cambridge: Cambridge University Press.

Matthews, R. L. & Marzec, P. E. (2012). Social capital, a theory for operations management: a systematic review of the evidence. International Journal of Production Research, 50(24), 7081-7099.

Motta, G. S. (2017). Como escrever um bom artigo tecnológico? Revista de Administração Contemporânea – RAC, 21(5), 1-5.

Pereira, L. A. G. & Ferreira, W. R. (2016). Comercialização, logística de transportes e exportações do setor de fruticultura no projeto Jaíba. GeoTextos, 12 (1), 183-206.

Raupp, F. M. & Beuren, I. M. (2006). Metodologia da pesquisa aplicável às ciências sociais. In. Beuren, I. M. (Org.). Como elaborar trabalhos monográficos em contabilidade: teoria e prática (3.ed). (pp. 76-97). São Paulo: Atlas.

Ribeiro, L. (2018). Agricultura do Norte de Minas e Alto Paranaíba tem tecnologia japonesa. Estado de Minas. 15/01/2018. Recuperado em 06 maio, 2020 de https://www.em.com.br/app/noticia/agropecuario/2018/01/15/interna_agropecuario,930890/agricultura-Norte-de-minas-e-alto-paranaiba-com-tecnologia-japonesa.shtml.

Tsai, W. & Ghoshal, S. (1998). Social capital and value creation: the role of intrafirm networks. Academy of Managemente Journal, 41(4), 464-476.

Vieira, V. R. (2019). Gestão dos riscos do agronegócio no contexto cooperativista. (Tese de Doutorado em Administração de Empresas). Escola de Administração de Empresas de São Paulo, Fundação Getúlio Vargas, São Paulo.

Yim, B. & Leem, B. (2013). The effect of the supply chain social capital. Industrial Management & Data Systems, 113(3), 324-349.

Yin, R. K. (2001). Estudo de caso: planejamento e métodos (2.ed). Porto Alegre: Bookman.




DOI: https://doi.org/10.5585/riae.v19i3.17158

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista Ibero-Americana de Estratégia – RIAE

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Iberoamerican Journal of Strategic Management (IJSM)
Revista Ibero-Americana de Estratégia (RIAE)
e-ISSN: 2176-0756
https://periodicos.uninove.br/index.php?journal=riae

Copyright © 2020 Iberoamerican Journal of Strategic Management (IJSM) All rights reserved.
Revista Ibero-Americana de Estratégia (RIAE) ©2020 Todos os direitos reservados.