Estudo correlacional entre parâmetros de avaliação da marcha e equilíbrio em idosas institucionalizadas

Paulo Adão de Medeiros, Camila Heinz, Lidiane Isabel Filippin, Alecsandra Pinheiro Vendrusculo, Janeisa Franck Virtuoso, Inês Amanda Streit, Giovana Zarpellon Mazo

Resumo


Objetivo: Correlacionar parâmetros de avaliação da marcha e equilíbrio em idosas institucionalizadas. Métodos: Foram avaliadas 36 idosas (71,92±8,48 anos) e aplicados o teste de um minuto de marcha para avaliação da cadência da marcha, o teste de velocidade da marcha e a Avaliação da Marcha e Equilíbrio Orientada pelo Desempenho (POMA). Utilizou-se estatística descritiva e inferencial por meio do teste de correlação de Pearson (r). Adotou-se um nível de significância de 5%. Resultados: Observou-se correlação positiva e significativa entre cadência e velocidade da marcha (r= 0,649; p< 0,001), e entre o equilíbrio com a velocidade (r= 0,641; p< 0,001) e com a cadência da marcha (r= 0,398; p= 0,016). Conclusão: Existe correlação entre os parâmetros analisados, sendo maior entre o desempenho na marcha e equilíbrio com a velocidade da marcha. Recomendam-se novas investigações que venham contemplar relações entre componentes da aptidão muscular e os parâmetros de avaliação da marcha e equilíbrio.

Palavras-chave


Idosos; Institucionalização; Equilíbrio postural; Marcha.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v11n3.3436

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2012 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.