Formação profissional na construção da identidade docente

Beatriz Pereira dos Santos, Ida Carneiro Martins, Roberto Gimenez

Resumo


O artigo tem como objetivo discutir a identidade docente construída ao longo da formação inicial, entendendo esse processo como fundamental para a prática pedagógica futura. Questões nortearam este trabalho, tais como: Qual a condição da escolha para se tornar professor? Como a identidade docente é construída? A natureza da pesquisa é qualitativa e realizada a partir de referenciais bibliográficos que embasaram os seus pressupostos, assim como Gimenez e Da Silva (2018); Tardif (2001); Sgadari Passeggi (2011); Furlanetto (2018), que partilham a ideia de que o contexto em que o aluno está inserido acaba por interferir em suas decisões frente aos grupos sociais com os quais convive e interage. Conclui-se que a construção da identidade docente se inicia na escolha, que depende da formação inicial e continuada. Em especial, a primeira requer a revisão de suas matrizes para que se aproximem da realidade e abarquem a complexidade da ação do professor.


Palavras-chave


formação profissional; identidade docente; formação continuada

Texto completo:

PDF

Referências


ABRAHÃO, M. H. M. B. Memoriais de formação: a (re)significação das imagens-lembranças/recordações-referências para a pedagoga em formação. Educação, v. 34, n. 2, 14 jul. 2011. Disponível em: https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/8708. Acesso em: 29 mai. 2021.

ALVES, W. F. A formação de professores e as teorias do saber docente: contextos, dúvidas e desafios. Educ. Pesqui., São Paulo, v. 33, n. 2, p. 263-280, Aug. 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-97022007000200006&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 02 fev. 2021. http://dx.doi.org/10.1590/S1517-97022007000200006.

APARECIDA, M.; KLEBIS, A. B. S. O.; GEBRAN, R. A. O papel das representações sociais na construção da identidade docente. Colloquium Humanarum. ISSN: 1809-8207, [S. l.], v. 14, n. 1, p. 86–96, 2017. Disponível em: http://journal.unoeste.br/index.php/ch/article/view/1924. Acesso em: 9 mar. 2021.

BRASIL. Lei nº. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial [da] União, Poder Executivo, Brasília, DF, 23 de dezembro de 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ ccivil_03/ LEIS/l9394.htm. Acesso em: 28 jan. 2021.

FILHO, W. H. Velhas histórias coladas à pele: a importância das histórias de vida na formação do professor. Educação, v. 34, n. 2, 14 jul. 2011.

FURLANETTO, E. C. Tomar a palavra: uma possibilidade de formação. Revista @mbienteeducação, [S.l.], v. 2, n. 2, p. 128 - 135, mar. 2018. ISSN 1982-8632. Disponível em: http://publicacoes.unicid.edu.br/index.php/ambienteeducacao/article/view/559. Acesso em: 28 jan. 2021.

GIMENEZ, R.; DA SILVA, M. H. A. Formação de professores para a educação básica: revisitando concepções e práticas pedagógicas por meio do prisma de teorias da complexidade. Revista @mbienteeducação, [S.l.], v. 7, n. 2, p. 268 - 276, jan. 2018. ISSN 1982-8632. Disponível em: https://publicacoes.unicid.edu.br/index.php/ambienteeducacao/article/view/481/457. Acesso em: 29 mar. 2021.

DINIZ, L. T.; GIMENEZ, R. A construção do docente encarnado na experiência da ação corporal: perspectivas para a preparação profissional para a educação infantil. Horizontes, v. 34, n. 2, p. 85 - 92, 21 dez. 2016.

LOPES, L. P. S. Identidade docente na educação infantil: Marcas da formação e das experiências profissionais no contexto das instituições. 2015. 156f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Centro de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas, Faculdade de Educação, Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas, 2015.

NAKAGOME, P. T. Identidade docente em formação. Linha D’Água, [S. l.], v. 25, n. 1, p. 203-217, 2012. DOI: 10.11606/issn.2236-4242.v25i1p203-217. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/linhadagua/article/view/37373. Acesso em: 9 mar. 2021.

NÓVOA, A. Profissão professor. In: NÓVOA, A. O passado e o presente dos professores. Tradução: Irene Lima Mendes, Regina Correia, Luisa Santos Gil. Ed. Porto: Porto, 1999, p. 13-34.

NUNES, C. M. F. Saberes docentes e formação de professores: um breve panorama da pesquisa brasileira. Educ. Soc., Campinas, v. 22, n. 74, p. 27-42, 2001. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-73302001000100003&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 02 fev. 2021. https://doi.org/10.1590/S0101-73302001000100003.

PANIAGO, R. N.; SARMENTO, T. J. O processo de estágio supervisionado na formação de professores portugueses e brasileiros. Revista Educação em Questão, Natal, v. 53, n. 39, p. 76-103, set./dez. 2015.

PASSEGGI, M. C.; SOUZA, E. C.; VICENTINI, P. P. Entre a vida e a formação: pesquisa (auto)biográfica, docência e profissionalização. Educ. rev. Belo Horizonte, v. 27, n. 1, p. 369-386, Apr. 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-46982011000100017&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 01 fev. 2021. https://doi.org/10.1590/S0102-46982011000100017.

SÁ, C. S. S.; SANTOS, W. L. P. Motivação para a carreira docente e construção de identidades: o papel dos pesquisadores em ensino de química. Quím. Nova, São Paulo, v. 39, n. 1, p. 104-111, Jan. 2016. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-40422016000100104&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 01 fev. 2021. https://doi.org/10.5935/0100-4042.20150155.

SARTI, F. M. O curso de pedagogia e a universitarização do magistério no Brasil: das disputas pela formação docente à sua desprofissionalização. Educ. Pesqui, São Paulo, v. 45, e190003, 2019. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-97022019000100540&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 22 jan. 2021. Epub May 09, 2019. https://doi.org/10.1590/s1678-4634201945190003.

SGADARI PASSEGGI, M. da C. B. A experiência em formação. Educação, v. 34, n. 2, 14 jul. 2011. Disponível em: https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/8697. Acesso em: 29 mai. 2021.

TANURI, L. M. História da formação de professores. Rev. Bras. Educ. Rio de Janeiro , n. 14, p. 61-88, Aug. 2000. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-24782000000200005&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 23 mai. 2021.

TARDIF, M. O trabalho docente, a pedagogia e o ensino: interações humanas, tecnologias e dilemas. Educ. FaE/UFPel, Pelotas (16): 15 - 47, jan./jun. 2001. Disponível em: https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/caduc/article/download/6594/4578. Acesso em: 29 mai. 2021.




DOI: https://doi.org/10.5585/cpg.v20n2.20160

Direitos autorais 2021 Cadernos de Pós-graduação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Cadernos de Pós-graduação
e-ISSN: 2525-3514
www.cadernosdepos.org.br

Cadernos de Pós-graduação ©2021 Todos os direitos reservados.

Esta obra está licenciada com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional