Dois filmes diferentes em sala de aula: o argentino relatos selvagens (2014) e o brasileiro Durval Discos (2002) como objetos de análise sobre o indivíduo em sociedade

Luiz Eduardo Pinto Barros

Resumo


O presente artigo trata de dois filmes que podem ser utilizados em sala de aula em disciplinas que buscam articular seus conteúdos com temas integradores e contribuir para a formação consciente e cidadã de nossos discentes. Apresenta-se uma proposta metodológica a fim de orientar a atividade docente e estimular o exercício crítico e reflexivo dos alunos por meio do diálogo e da prática escrita. O objetivo é analisar cada filme e extrair os elementos que possibilitam refletir sobre o comportamento dos indivíduos. As películas são o argentino Relatos Selvagens (2014) e o brasileiro Durval Discos (2002). Ambos possibilitam várias reflexões sobre as ações dos sujeitos no meio social nas mais diversas situações e permitindo analisar a relevância do exercício da solidariedade, da subsidiariedade e da participação entre os indivíduos. A experiência permite apontar a relevância do entretenimento como instrumento a ser explorado, favorecendo a utilização do cinema como ferramenta no processo de ensino-aprendizagem. 


Palavras-chave


comportamento; reflexão; ação

Texto completo:

PDF

Referências


BADUY, Renato Staevie; CARVALHO, Paulo Roberto de; PASSINI, Pedro Mestre. Cine y psicología: un análisis acerca de los procesos de subjetivación en la contemporaneidade. Maringa: Psicologia em Estudo, 2015.v.20, n 3, p. 389-398.

DURVAL DISCOS: Direção: Anna Muylaert. Distribuidora: Europa Filmes. 2002. Brasil. Fil-me (96 min). Color. Língua original: português.

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Dicionário Aurélio da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2009.

GUATTARI, Felix. & ROLNIK, Suely. Micropolítica: Cartografias do Desejo. Petrópolis: Edi-tora Vozes, 2005

GUZZO, Mauriceia Soares Pratissolli. Ética e Legislação. Colatina: CEAD/IFES, 2011.

KARNAL, Leandro. História na sala de aula: conceitos, práticas e propostas. São Paulo: Con-texto, 2008.

NAPOLITANO, Marcos Francisco. Como usar o cinema em sala de aula. 5ª ed. São Paulo: Contex-to, 2013.

RELATOS SELVAGENS. Direção: Damián Szifron. Distribuidora: Warner Bros. 2014. Argen-tina. Filme (122 minutos). Color. Língua original: espanhol. Título original: Relatos Salvajes.

SERTEK, Paulo. Desenvolvimento organizacional e comportamento ético. 2002. 222 f. Disser-tação (Mestrado em Tecnologia) – Programa de Pós-Graduação em Tecnologia, Centro Federal de Educação Tecnológica do Paraná, Curitiba, 2002.

TAILLE, Yves de La. Limites e Educação. Psicologia Brasil, São Paulo, v. 1, n.1, p. 5-9, 2003




DOI: https://doi.org/10.5585/cpg.v21n1.20756

Direitos autorais 2022 Cadernos de Pós-graduação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Cadernos de Pós-graduação
e-ISSN: 2525-3514
www.cadernosdepos.org.br

Cadernos de Pós-graduação ©2022 Todos os direitos reservados.

Esta obra está licenciada com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional