Intermidialidade em Mary Poppins: cruzamento de fronteiras midiáticas e metodológicas

Juliana Azevedo de Queiroz, Genilda Azerêdo

Resumo


O objetivo deste artigo é discutir alguns exemplos de intermidialidade em Mary Poppins, tomando como corpus um recorte do romance de 1934 e algumas sequências do filme de 1964, da Walt Disney. Para tanto, fazemos uso de princípios teóricos sobre intermidialidade e sobre o pictural, além de relacioná-los com uma proposta metodológica para sala de aula, de modo a contribuir, em que pese o nível de entretenimento advindo dos textos, para uma leitura crítica de narrativas direcionadas ao público infantil.


Palavras-chave


intermidialidade; estudos literários; Mary Poppins

Texto completo:

PDF

Referências


ALVAREZ, Aurora Gedra Ruiz. A pintura e o poema: processos de criação e de leitura. In: Revista Letras & Letras. Universidade Federal de Uberlândia. v. 27, n. 2, Jul-Dez 2012, p. 413-422.

BLAKE, William. The chimney sweeper. In: BLOOM, Harold & TRILLING, Lionel (eds.). Romantic poetry and prose. New York: Oxford University Press, 1973.

CANTON, James (Org.).O livro da literatura. Tradução de CamileMendrot, Luiza Leal da Cu-nha, Ana Paula Corradini e IveBrunelli.São Paulo: Globo Livros, 2016.

DICKENS, Charles. Oliver Twist. London: Penguin, 1994.

DISNEY, Walt (direção). Mary Poppins. Com Julie Andrews e Dick Van Dyke. Duração 139 minutos. DVD, 1964.

HALLET, Wolfgang. A methodology of intermediality in literary studies. In: RIPPL, Gabriele (ed.). Handbook of intermediality. Berlin: De Gruyter, 2015, p. 605-618.

HUTCHEON, Linda. Uma teoria da adaptação. Tradução de André Cechinel. Florianópolis: Editora da UFSC, 2011.

LOUVEL, L. Nuanças do pictural. In: DINIZ, Thaïs Flores Nogueira (org.). Intermidialidade e estudos interartes: desafios da arte contemporânea. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2012. p. 47-69.

MARTIN, Marcel. A Linguagem Cinematográfica. Tradução de Paulo Neves, São Paulo: Edito-ra Brasiliense, 2003.

POLLACK-PELZNER, Daniel. Novo ‘Mary Poppins’ exibe flerte da Disney com a ‘blackface’. Folha de S.Paulo, São Paulo, 18 fev. 2019. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2019/02/novo-mary-poppins-exibe-flerte-da-disney-com-a-blackface.shtml.Acesso em: 11 set. 2020

RAJEWSKY, I. O. Intermidialidade, intertextualidade e “remediação”: uma perspectiva literá-ria sobre a intermidialidade. In: DINIZ, Thaïs Flores Nogueira (Org.). Intermidialidade e estu-dos interartes: desafios da arte contemporânea. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2012. p. 15-45.

TRAVERS, P.L. Mary Poppins.Traduzido por Joca Reiners Terron.São Paulo: Cosac Naify, 2014.

WELLS, Paul. Thou art animated. In: Adaptations:from text to screen, screen to text. London and New York: Routledge, Taylor & Frances Group, 2002, p.199-214.

WOOLF, Virginia. The cinema. In: The captain’s death bed and other essays. London and New York: Harvest/ HBJ, Harcourt Brace Jovanovich, 1978, p.180-186.

VASCONCELOS, Sandra Guardini. Contracapa do livro. In: TRAVERS, P. L. Mary Pop-pins.Traduzido por Joca Reiners Terron. São Paulo: Cosac Naify, 2014.




DOI: https://doi.org/10.5585/cpg.v21n1.21327

Direitos autorais 2022 Cadernos de Pós-graduação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Cadernos de Pós-graduação
e-ISSN: 2525-3514
www.cadernosdepos.org.br

Cadernos de Pós-graduação ©2022 Todos os direitos reservados.

Esta obra está licenciada com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional