Educação musical e formação humana: um ensaio

Mariana Silva Mancilha, Elvis Rezende Messias

Resumo


O presente ensaio objetiva refletir sobre a educação musical e algumas de suas possíveis contribuições para o desenvolvimento integral da pessoa humana em seu movimento de socialização e interação social, bem como sobre alguns de seus desafios contemporâneos. A partir de uma perspectiva interdisciplinar e com amparo metodológico bibliográfico, apoia-se em reflexões de cunho sociológico, antropológico e filosófico para considerar elementos de vivência educacional crítica e complexa da música, questionando o problema do uso reducionista da educação musical ao viés marcadamente entretenimentista.


Palavras-chave


Educação musical; formação humana; entretenimentismo

Texto completo:

PDF

Referências


ARROYO, Margarete. Educação musical na contemporaneidade. Anais do II SEMINÁRIO NACI-ONAL DE PESQUISA EM MÚSICA DA UFG, Goiânia, 2002. p. 18-29.

BRÉSCIA, Vera Lúcia Pessagno. Educação musical: bases psicológicas e ação preventiva. Campi-nas: Editora Átomo, 2003. São Paulo: Edições PNA, 2003.

BRITO, Teca Alencar de. Música na Educação Infantil. 2. ed. São Paulo, Peirópolis, 2003.

DIAS, Leila Miralva Martins. Interações pedagógico-musicais da prática coral. Revista da ABEM, Londrina, v. 20, n. 27, p. 131-140, jan./jun. 2012.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1979.

GREEN, Lucy. Trad. Oscar Dourado. Pesquisa em Sociologia da Educação Musical. Revista da ABEM. [O presente trabalho foi originalmente apresentado como uma palestra no V Encontro Anual da Associação Brasileira de Educação Musical em Londrina. Paraná, julho de 1996].

HADJADJ, Fabrice. O paraíso à porta: ensaio sobre uma alegria que desconcerta. Tradução

de Pedro Sette-Câmara. São Paulo: É Realizações, 2015.

KÁROLYI, Ótto. Opus 86: Introdução à música. São Paulo: Martins Fontes, 1990.

KATER, Carlos. O que podemos esperar da educação musical em projetos de ação social. Re-vista da ABEM, n.10, Mar. 2004.

MANCILHA, Mariana Silva. Dimensões educacionais nas práticas coletivas de canto coral: espaço de for-mação humana e de ressonâncias afetivas. 2022. 81 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Uni-versidade Federal de Alfenas, Alfenas, 2022.

MORIN, Edgar. O método 5: humanidade da humanidade. 5. ed. Tradução de Juremir Machado da Silva. Porto Alegre: Sulina, 2012.

QUEIROZ, Luís Ricardo Silva. Educação musical e etnomusicologia: caminhos, fronteiras e diálogos. Opus, Goiânia, v. 16, n. 2, p. 113-130, dez. 2010.

QUEIROZ, Luís Ricardo Silva. Educação musical é cultura: nuances para interpretar e (re)pensar a práxis educativo-musical no século XXI. Debates, n. 18, p. 163-191, maio, 2017.

QUEIROZ, Luís Ricardo Silva. Até quando Brasil? Perspectivas decoloniais para (re)pensar o ensino superior em música. Proa, Campinas, v. 10, n. 1, p. 153-199, jan./jun. 2020.

SEVERINO, Antônio Joaquim. A busca do sentido da formação humana: a tarefa da Filosofia da Educação. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 32, n. 3, p. 619-634, set./dez. 2006.

WILLIAMS, Raymond. Recursos da esperança: cultura, democracia e socialismo. Tradução de Nair Fonseca e João Alexandre Peschanski. São Paulo: Ed. Unesp, 2015.




DOI: https://doi.org/10.5585/cpg.v21n2.22424

Direitos autorais 2022 Cadernos de Pós-graduação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Cadernos de Pós-graduação
e-ISSN: 2525-3514
www.cadernosdepos.org.br

Cadernos de Pós-graduação ©2022 Todos os direitos reservados.

Esta obra está licenciada com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional