Aquisição da aprendizagem de maneira lúdica

As contribuições de oficinas pedagógicas em Libras para a formação docente

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5585/cpg.v22n2.23543

Palavras-chave:

Libras; oficinas pedagógicas; prática pedagógica; material didático

Resumo

Esta pesquisa tem como objetivo relatar as contribuições de oficinas pedagógicas sobre didática de ensino para surdos, realizadas com acadêmicos e comunidade externa no município de Gurupi, estado do Tocantins. A pesquisa seguiu a abordagem qualitativa, do tipo exploratória. Os participantes do estudo foram estudantes da educação básica e universitários, docentes e técnico-administrativos de uma instituição do ensino superior, além da comunidade externa. Foram executadas 8 oficinas ao longo de 2021 e 2022, que versam sobre questões teóricas, práticas e didáticas em Libras da educação para surdos. Constatamos durante a realização das oficinas que os professores, principalmente, encontram dificuldades para capacitar em Libras, justamente pela falta de cursos de formação de professores e ações semelhantes que trabalhem com essa temática, além da falta de materiais adequados em Libras para trabalhar com os estudantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisca Edivania Gadelha Dias, Universidade Federal do Tocantins – UFT

Mestra em Educação

 

Gustavo Cunha de Araújo, Universidade Federal do Norte do Tocantins – UFNT

Doutor em Educação

Bolsista de Produtividade em Pesquisa CNPq – PQ 2

 

Referências

BRASIL. Ministério da Educação; SALLES, Heloisa Maria Moreira Lima et al. Ensino de língua portuguesa para surdos: caminhos para a prática pedagógica.

MEC/SEESP, 2004.

BRASIL. Ministério da Educação: Declaração de Salamanca. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/salamanca.pdf. Acesso em: 20 nov. 2020.

BRASIL. Decreto Nº 5.626, de 22 de dezembro de 2005. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2005/decreto/d5626.htm. Acesso em: 20 nov. 2020.

BRASIL. Lei Nº 13.146, de 6 de julho de 2015. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2015/Lei/L13146.htm. Acesso em: 21 nov. 2020.

BRASIL. Estratégias para a educação de alunos com necessidades educacionais especiais. SEESP/MEC. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Especial, 2003.

DIAS, F. E. G. Oficinas pedagógicas em Libras: aquisição da aprendizagem de maneira lúdica. 81f. Dissertação (Mestrado Profissional em Educação) – Programa de Pós-Graduação Profissi-onal em Educação. Palmas: Universidade Federal do Tocantins, 2022.

FLICK, U. Introdução à pesquisa qualitativa. Tradução Joice Elias Costa. 3. ed. Porto Alegre: Ar-tmed, 2009.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2019.

GÓES, A. R.; BARBOSA, M. D. G. S.; COSTA, E. S. O uso da tecnologia assistiva no desen-volvimento linguístico-cognitivo do ensino de língua portuguesa para surdo: Uma revisão de literatura. In: Anais...Encontro Internacional de Formação de Professores e Fórum Permanente de Inovação Educacional, v. 10, n. 1, 2017.

LEI Nº 13.146, DE 6 DE JULHO DE 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Defi-ciência (Estatuto da Pessoa com Deficiência). Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13146.htm. Acesso em: 05 mar. 2022.

LOPES, J. M. C.; CURRA, L. C. D.; FERNANDES, C. L. C.; MATTOS, L. F. C. Manual

da oficina para capacitar preceptores em medicina de família e comunidade. Porto alegre: Socie-dade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade, 2009.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Fundamentos de metodologia científica. São Paulo: Editora Atlas, 2010.

MINAYO, M. C. S. O desafio do conhecimento: Pesquisa Qualitativa em Saúde. (12ª edição). São Paulo: Hucitec-Abrasco, 2010.

OLIVEIRA JUNIOR, A. P.; SFORNI, M. S. F. Critérios e Formas de Adaptação Curricular para Alunos Com Deficiência Visual na Rede Regular de Ensino. Educação Em Foco, Belo Hori-zonte, v. 21, n. 34, p. 263-281, Maio./Ago. 2018. https://doi.org/10.24934/eef.v21i34.1332

SACKS, O. Vendo vozes: Uma Viagem ao Mundo dos Surdos. São Paulo: Cia das Letras, 2002.

SANTOS, S. A.; OLIVEIRA, M. A produção científica sobre Língua Brasileira de Sinais (Li-bras) presente nos currículos Lattes do CNPq. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizon-te, v.22, n.4, p.35-46, out./dez. 2017. https://doi.org/10.1590/1981-5344/2776

SANTOS, S. M. C.; PEREIRA, D. Libras e sua importância na formação de professores na educação de surdos. Revista Encantar - Educação, Cultura e Sociedade, Bom Jesus da Lapa, v. 1, n. 2, p. 139-158, maio/ago. 2019. https://doi.org/10.5935/encantar.v1.n2.009

SANTOS, R. B.; SANTOS, M. C. F. Eu, o outro e nós; oficinas pedagógicas para os anos iniciais: a contribuição de diferentes linguagens para a construção das noções de gênero, masculinidade e diferença. 51p. Dissertação (Mestrado Profissional) - PPGEB, Rio de Janeiro, 2020.

SILVA, S. S. Manual para estruturação de oficina Pedagógica. Universidade Federal do Pará, 2019.

SILVA, V. C. et al. Uma reflexão sobre o papel da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) a partir de uma oficina nas turmas de 4º ano do Centro Educacional Municipal Padre Januário Campos na cidade de Iguatu/CE. Revista CONEDU, 2015. Disponível em: http://editorarealize.com.br/revistas/conedu/trabalhos/TRABALHO_EV073_MD1_SA1 1_ID2351_08092017115300.pdf. Acesso em: 01 fev. 2022.

VIEIRA, M. M. F.; ZOUAIN, D. M. Pesquisa qualitativa em administração-Teoria e prática. FGV Editora, 2005.

WINNICOTT, D. W. O brincar e a realidade. Trad. J. O. A. Abreu; NOBRE, V. Rio de Janeiro: Imago, 1975.

VIGOTSKI, L. Pensamento e linguagem. São Paulo: Ridendo Castigat Mores, 2001.

Downloads

Publicado

26.12.2023

Como Citar

DIAS, Francisca Edivania Gadelha; ARAÚJO, Gustavo Cunha de. Aquisição da aprendizagem de maneira lúdica: As contribuições de oficinas pedagógicas em Libras para a formação docente. Cadernos de Pós-graduação, [S. l.], v. 22, n. 2, p. 241–256, 2023. DOI: 10.5585/cpg.v22n2.23543. Disponível em: https://periodicos.uninove.br/cadernosdepos/article/view/23543. Acesso em: 25 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos