Práticas escolares: um estudo de gênero com crianças de uma escola pública

Alberto Carlos de Souza

Resumo


Estudo exploratório de abordagem qualitativa elaborado com o objetivo de conhecer as representações sociais que um grupo de 43 crianças de nove anos de idade, estudantes do 3º ano C e D da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) “Lenir Borlot”, no Município de Vitória (ES), têm sobre a mulher. Para tal nos apropriamos da música “Maria, Maria”, da autoria de Milton Nascimento e Fernando Brant (1978), como ponto de partida da nossa intervenção, por entendermos que esta letra é um hino de amor às mulheres (in)comuns brasileiras. Partindo da compreensão de que as questões afeitas às relações de gênero – aqui incluídas a mulher e a sua relação com a família, o trabalho e a religião – significam um tema social urgente, este estudo constituiu-se como o ponto de partida para uma intervenção de ensino-aprendizagem interdisciplinar, na comemoração do Dia Internacional da Mulher, cuja data é reconhecida pela Organização das Nações Unidas (ONU), desde 1975, como o dia 8 de março.


Palavras-chave


Gênero, Música popular brasileira; Crianças.



DOI: https://doi.org/10.5585/cpg.v15n0.6662

Direitos autorais



Cadernos de Pós-graduação
e-ISSN: 2525-3514
www.cadernosdepos.org.br

Cadernos de Pós-graduação ©2022 Todos os direitos reservados.

Esta obra está licenciada com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional