As novas tecnologias e as relações de trabalho segundo a ordem econômica constitucional

Ana Paula Baptista Marques, Lourival José de Oliveira

Resumo


Este artigo analisa como a inserção das novas tecnologias influenciaram as relações de trabalho enfatizando a ordem econômica no que tange as garantias constitucionais dos trabalhadores. Para isso destacam-se hipóteses cujo aprendizado mútuo dessa relação enquadre o ser humano em novas atividades laborais, ou sua necessária qualificação possa mantê-los neste recente contexto. Espera-se, considerando o requisito utilidade, conciliar as tecnologias às relações de trabalho, mas também com os novos moldes empregatícios instaurados após a COVID-19, tendo em vista que em vários setores da economia já foram implantadas transformações na cadeia produtiva e na forma de gerenciamento, a partir de propostas para sanar as implicações do uso das tecnologias nas novas relações laborais estendendo uma proteção social aos trabalhadores mediante de políticas públicas empresariais destinadas ao bem-estar social, após a COVID-19. Portanto, utiliza-se o método indutivo, que consiste na discussão, comprovação da teoria, além de revisões de sua validade e alcance.


Palavras-chave


novas tecnologias; ordem econômica constitucional; relações de trabalho

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, Giovanni. Dimensões da globalização: o capital e suas contradições. Londrina: Práxis, 2001.

BALKIN, Jack M. How to Regulate (and Not Regulate) social media. Knight First

Amendment Institute at Columbia University, 25 mar. 2020. Disponível em: https://knightcolumbia.org/content/how-to-regulate-and-not-regulate-social-media. Acesso em: 23 ago. 2022.

BARROS JUNIOR, Cássio de Mesquita. Passado, presente e futuro do Direito do Trabalho. Revista de Direito do Trabalho, São Paulo, v. 29, n. 110, p. 30-45, abr./jun. 2003.

BRASIL. [Constituição (1988)]. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, DF: Presidência da República, [2016]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 23 ago. 2022.

CHAHAD, José Paulo Zeetano. Tendências recentes no mercado de trabalho: pesquisa de emprego e desemprego. São Paulo em Perspectiva, v. 17, n. 3-4, p. 205-217, 2003. Disponível em: https://www.scielo.br/j/spp/a/mHM6Chj3gtStnpk5vNGqZHx/?lang=pt. Acesso em: 23 ago. 2022.

CUPIS, Adriano de. Os direitos da personalidade. Tradução: Adriano Vera Jardim e Antônio Miguel Caeiro. Lisboa: Livraria Morais, 1961.

DEJOURS, Christophe. Loucura no trabalho: estudo de psicopatologia do trabalho. 5. ed. São Paulo: Cortez, 1992.

DELGADO, Mauricio Godinho; DELGADO, Gabriela Neves. O princípio da dignidade da pessoa humana e o direito do trabalho. In: SARLET, Ingo Wolfgang; MELLO FILHO, Luiz Philippe de; FRAZÃO, Ana de Oliveira (coords.). Diálogos entre o direito do trabalho e o direito constitucional: estudos em homenagem a Rosa Maria Weber. São Paulo: Saraiva, 2014. p. 203-218.

FLEURY, Afonso; FLEURY, Maria Tereza Leme. Aprendizagem e inovação organizacional: as experiências de Japão, Coréia e Brasil. São Paulo: Atlas, 1997.

GLADDEN, Matthew E. Who will be the members of society 5.0? Towards an anthropology of technologically posthumanized future societies. Social Sciences, v. 8, n. 148, p. 1-39, maio 2019. Disponível em: https://www.mdpi.com/2076-0760/8/5/148. Acesso em: 11 out. 2022.

GOMES; Cecília de Almeida; GONÇALVES, José Ernesto Lima. A tecnologia e a realização do trabalho. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 33, n. 1, 1993. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rae/a/vpBmThDT7Prh657SzxmKxNb/?lang=pt. Acesso em: 23 ago. 2022.

KEIDAREN. Society 5.0: co-creating the future: (Excerpt). Japão: Keidaren, 2018. Disponível em: https://www.keidanren.or.jp/en/policy/2018/095_proposal.pdf. Acesso em: 23 ago. 2022.

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO (MPT). Empresas de transporte, plataformas digitais e relações de emprego: um estudo do trabalho subordinado sob aplicativos. Gráfico Movimento. Brasília, DF: Ministério Público do Trabalho, 2018.

MORAN, José Manuel. Nova tecnologias e o reencantamento do mundo. Tecnologia educacional, Rio de Janeiro, v. 23, n. 126, set./out. 1995.

ORLIKOWSKI, Wanda J. Using technology and constituting structures: a practice lens for studying technology inorganizations. Organization Science, v. 11, n. 4, p. 367-472, 2000. Disponível em: https://pubsonline.informs.org/doi/abs/10.1287/orsc.11.4.404.14600. Acesso em: 23 ago. 2022.

PAVEZZI, Ana Paula Baptista Marques. Estudos críticos sobre as formas de aplicação das tecnologias nas relações de trabalho no Brasil: análise sobre as novas obrigações empresariais para o período pós-pandemia. 2022. 125 f. Tese (Doutorado em Direito) - Unimar - Universidade de Marília, Marília, 2022. Disponível em: https://portal.unimar.br/site/public/pdf/dissertacoes/0CC5FD4A207052CD402C2AA356E95391.pdf. Acesso em: 23 ago. 2022.

PEDUZZI, Marina. Mudanças tecnológicas e seu impacto no processo de trabalho em saúde. Trabalho, Educação e Saúde, v. 1, n. 1, p. 75-91, 2002. Disponível em: https://www.scielo.br/j/tes/a/7wThg5StFB5CPf6jSWDCH7C/?format=pdf〈=pt. Acesso em: 23 ago. 2022.

QUEIROZ, Ana Carolina Spolidoro. Novas tecnologias e inovação organizacional: estudos de caso para analisar a relevância da variável confiança nos processos de implementação de tecnologia em um hospital privado. 2003. 290 f. Tese (Doutorado em Administração) – Escola de Administração de Empresas de São Paulo, Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, 2003.

SACHUCK, Maria Iolanda; TAKAHASHI, Ligia Yurie; AUGUSTO, Cleiciele Albuquerque. Impactos da inovação tecnológica na competitividade e nas relações de trabalho. Caderno de Administração, v. 16, n. 2, p. 57-66. jul./dez. 2008. Disponível em: https://docplayer.com.br/5696809-Impactos-da-inovacao-tecnologica-na-competitividade-e-nas-relacoes-de-trabalho.html. Acesso em: 5 out. 2022.

SCHMITZ, Hubert; CARVALHO, Ruy de Q. (org.). Automação, competitividade e

trabalho: a experiência internacional. São Paulo: Hucitec, 1988.

SOUTO MAIOR, Jorge Luiz; SEVERO, Valdete Souto. 201 ataques da reforma aos trabalhadores. Jorge Souto Maior, 8 maio 2017. Disponível em: http://www.jorgesoutomaior.com/blog/os-201-ataques-da-reforma-aos-trabalhadores. Acesso: em 30 maio 2021.




DOI: https://doi.org/10.5585/prismaj.v21n2.20215

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2022 Ana Paula Baptista Marques; Lourival José de Oliveira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Prisma Jurídico

e-ISSN: 1983-9286

ISSN: 1677-4760
www.revistaprisma.org.br

Esta obra está licenciada com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional