Redes de franquia brasileiras internacionalizadas: evolução do método de entrada no exterior

Helder de Souza Aguiar, Flavia Luciane Consoni, Roberto Carlos Bernardes

Resumo


Este artigo analisa os métodos de entrada das franquias brasileiras quando optam por se instalar fora do Brasil. A partir de um estudo multicasos, foram realizadas entrevistas presenciais em 2012 com 21 redes de franquias internacionalizadas. Dentre os resultados, observou-se uma mudança de postura das redes de franquias brasileiras ao longo do tempo, com alteração no método de entrada em mercados internacionais. Destaca-se a intensificação da procura por parte de agentes externos dispostos a levar a marca para o exterior, fato que possibilitou que a estratégia predominante a partir de 2008 fosse franquear suas atividades diretamente a partir do Brasil.

 

DOI:10.5585/riae.v13i1.1985


Palavras-chave


Franchising; Internacionalização de Franquias; Franchising e Entrada no Mercado Estrangeiro; Métodos de Entrada no Exterior por Franquias.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/ijsm.v13i1.1985

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2014 Revista Ibero-Americana de Estratégia – RIAE

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Iberoamerican Journal of Strategic Management (IJSM)
Revista Ibero-Americana de Estratégia (RIAE)
e-ISSN: 2176-0756
https://periodicos.uninove.br/index.php?journal=riae

Copyright © 2020 Iberoamerican Journal of Strategic Management (IJSM) All rights reserved.
Revista Ibero-Americana de Estratégia (RIAE) ©2020 Todos os direitos reservados.