Capacidades dinâmicas e inovação colaborativa: estudo de caso no setor têxtil catarinense

Linda Jessica De Montreuil Carmona, Iara Regina dos Santos Parisotto

Resumo


Com a concorrência cada vez mais acirrada, muitas firmas industriais de similares características preocupam-se com a obtenção de vantagens competitivas que permitam sua diferenciação para sobrevivência, eficiência e lucratividade. Usando como base a Teoria das Capacidades Dinâmicas (Eisenhardt & Martin, 2000; Teece, 2007, 2014; Teece, Pisano, & Shuen, 1997) a presente pesquisa buscou investigar como se desenvolvem as capacidades dinâmicas e a inovação colaborativa na manufatura de têxteis. Para tanto, desenvolveu-se um estudo de caso em uma empresa produtora de malhas, no qual se buscou analisar os processos de detecção de oportunidades direcionadas a inovação, a abordagem dessas oportunidades e o manejo de ameaças mediante a reconfiguração de recursos internos e externos à organização. Para triangulação, a coleta incluiu dados primários provindos de entrevistas semiestruturadas e dados secundários documentais e audiovisuais. A pesquisa identificou os seguintes processos na abordagem da inovação: 1) busca constante da melhor forma de selecionar clientes, de satisfazer e se antecipar as suas necessidades; 2) busca de inovação e melhora em produtos, processos e práticas e; 3) engajamento da liderança e equipes com a inovação. A contribuição deste trabalho reside na identificação, evidenciação empírica e análise dos processos envolvidos na Capacidade Dinâmica na perspectiva da inovação, oferecendo um modelo a seguir para análise dos processos vinculados a capacidades dinâmicas, facilitando a compreensão e constatação destas. Os resultados do estudo mostraram que ditas capacidades atuam não apenas como causa da inovação, mas também como consequência estabelecendo um ciclo virtuoso contínuo com orientação para a inovação colaborativa e dinâmica de produtos envolvendo o fabricante, os seus fornecedores e clientes permitindo a fidelização destes e sustentando uma vantagem competitiva no setor têxtil.

 


Palavras-chave


Gestão da Inovação; Estratégia de Inovação; Vantagem Competitiva; Classificação JEL O31, O32, L67.

Texto completo:

pdf


DOI: https://doi.org/10.5585/ijsm.v16i4.2521

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Ibero-Americana de Estratégia – RIAE

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Iberoamerican Journal of Strategic Management (IJSM)
Revista Ibero-Americana de Estratégia (RIAE)
e-ISSN: 2176-0756
https://periodicos.uninove.br/index.php?journal=riae

Copyright © 2020 Iberoamerican Journal of Strategic Management (IJSM) All rights reserved.
Revista Ibero-Americana de Estratégia (RIAE) ©2020 Todos os direitos reservados.