Determinação da densidade corporal por equações generalizadas: facilidade e simplificação no método

Andrey Jorge Serra, Alessandra Marcolongo Amaral, Roberta Lukcevicius Rica, Nilva Petrina Barbieri, Dermeval Reis Junior, José Antonio Silva Junior, Danilo Sales Bocalini

Resumo


A determinação da densidade corporal (DC) por dobras cutâneas é amplamente utilizada em todo mundo. Examinou-se a concordância entre o somatório de sete (SSDC) e três (STDC) dobras cutâneas para determinação da DC. A DC foi avaliada em 72 homens e 93 mulheres, com idade de 18 a 58 anos. Avaliou-se a concordância entre as mensurações com teste “t” pareado, correlação de Pearson e Bland-Altman. A DC foi similar para homens (SSDC: 1,043 ± 0,014; STDC: 1,043 ± 0,015) e mulheres (SSDC: 1,025 ± 0,014; STDC: 1,026 ± 0,016), com uma correlação excelente (homens: 0,97; mulheres: 0,92). Bland-Altman indicou valores ótimos para homens (Bias: 0,0007 ± 0,0035) e mulheres (Bias: 0,0004 ± 0,0064), com discordância mínima (homens: -0,0062 a 0,0077; mulheres: -0,0121 a 0,0130). Conclui-se que o uso de apenas três dobras cutâneas é aceitável para determinação da DC, com a vantagem de otimização do tempo despendido para avaliação.

Palavras-chave


Composição corporal; Densidade corporal; Equações generalizadas; Percentual de gordura corporal.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v8i1.1421

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2009 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.