Caracterização da arborização urbana do bairro de Vila Maria Baixa

Simone Gonçalves, Finê Thomaz Rocha

Resumo


O presente estudo procurou fazer o levantamento das características qualitativas e quantitativas da arborização do bairro de Vila Maria Baixa. O método aplicado foi amostragem aleatória simples, sendo identificados 119 quarteirões e dentre eles 10 foram sorteados sem repetição, estabelecendo a seqüência de medições das variáveis até atingir a intensidade da amostra estipulada (limite de erro 10% e probabilidade 95%). Foi obtida uma estimativa de 24,42 árvores por quilômetro de calçada com uma variância de 10,48%. Observaram-se 21 espécies botânicas distribuídas irregularmente, das quais apenas 3 representaram 58,49% das árvores. As espécies que mais se destacaram foram: resedá (Lagerstroemia indica), alfeneiro (Ligustrum lucidum) e pata-de-vaca (Bauhinia variegata).

Palavras-chave


arborização urbana; Vila Maria; amostragem.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v2i0.198

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2003 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2022 Todos os direitos reservados.

Esta obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional