Efeitos da Hidroterapia no Equilíbrio de Indivíduos com Doença de Parkinson

Carlos Henrique Silva de Andrade, Belatrice Ferreira da Silva, Simone Dal Corso

Resumo


Introdução: A doença de Parkinson (DP) é uma patologia neurodegenerativa que leva a perda progressiva de neurônios na substância negra, resultando em disfunções nos padrões de movimento. Objetivo: Analisar os efeitos da hidroterapia no equilíbrio de indivíduos com DP. Métodos: Foram estudados sete indivíduos (54,00 ± 6,08 anos) com diagnóstico de DP. Para avalição do equilíbrio funcional foram aplicados a escala de equilíbrio de Berg (EEB) e o teste timed up and go (TUGT) antes e após o protocolo de hidroterapia. O protocolo foi aplicado durante quatro semanas, sendo três sessões semanais com 40 minutos de duração cada sessão. Resultados: Foi observado um aumento significante na pontuação da EEB (25,3 ± 10,0 vs 37,0 ± 8,5) e redução do tempo do TUGT (13,2 ± 1,8 vs 11,4 ± 1,7; p < 0,05) após a execução do programa de hidroterapia. Conclusão: O protocolo de hidroterapia promoveu melhora do equilíbrio dos indivíduos com DP.

Palavras-chave


Hidroterapia; Doença de Parkinson; Equilíbrio postural.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v9i2.2108

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2010 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.