Avaliação dos indicadores de qualidade de vida, capacidade funcional e alterações osteomusculares em camareiras de hotéis da orla marítima de Maceió, Alagoas

Cid André Fidelis de Paula Gomes, Marcelo Marinho Barreto Peixoto, Ana Lívia Peixôto Araujo, Almir Vieira Dibai Filho, Érika Rosângela Alves Prado, Daniela Aparecida Biasotto-Gonzalez

Resumo


Introdução: Os distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho são responsáveis por uma parcela significativa das causas de queda de rendimento do trabalhador. Objetivo: O objetivo neste trabalho foi avaliar os indicadores de qualidade de vida, capacidade funcional e alterações osteomusculares em camareiras de hotéis da orla marítima do município de Maceió, Alagoas. Métodos: Este estudo descritivo do tipo transversal e quantitativo foi realizado com 36 camareiras, por meio da aplicação de três questionários validados no Brasil. Resultados: Verificou-se que a maioria delas apresentou uma qualidade de vida relativamente boa. Referente às alterações osteomusculares, constataram-se predomínio de lesões em punho, mãos, dedos e na região lombar, além disso, observou-se que quanto maior a idade e o tempo de exercício na profissão menor a capacidade funcional. Conclusão: Sugere-se a implementação de medidas preventivas de doenças relacionadas ao trabalho e promotoras de melhor condição de saúde para as camareiras.

Palavras-chave


Doenças profissionais; Promoção da saúde; Transtornos traumáticos cumulativos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v9i3.2217

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2010 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.