Influência do alongamento muscular e da mobilização neural sobre a força do músculo quadríceps

Rauena Souto Diogo Lopes, Paulo Roxo Barja, Ludmilla Karen Brandão Lima De Matos, Felipe Da Fonseca Delmondes, Pablo Francisco Diogo Lopes, Klaus Avelino Santos e Silva, Mario Oliveira Lima

Resumo


Introdução: A mobilização neural e o alongamento muscular estático têm o objetivo de promover a amplitude de movimento. Objetivo: Comparar a influência do alongamento muscular e da mobilização neural na força isométrica de quadríceps. Metodologia: Participaram 39 voluntários, gênero masculino, entre 18 e 27 anos. Foram divididos aleatoriamente em três grupos com 13 indivíduos cada. Um grupo submetido ao alongamento estático de 30 segundos (GAE), um à mobilização neural (GMN) e um grupo controle (GC) que não fez nenhuma intervenção. O nível de significância estatística adotado foi p≤0,05. Resultados: Houve melhora significativa da força muscular no GMN e diferença importante na força antes e após os atendimentos, comparando-se o grupo movimentação neural com o alongamento e com o controle. Conclusões: A mobilização neural foi efetiva para aumentar a força muscular de quadríceps e após a realização do alongamento estático houve redução da força.

Palavras-chave


Eletromiografia; Exercícios de alongamento muscular; Flexibilidade; Força muscular.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v9i4.2355

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2010 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.