Avaliação da eficácia da clorexidina na desinfecção do sistema de água odontológica

Dyna Mara Araújo Oliveira Ferreira, Juscelino Lopes da Silva, Francisco Laurindo da Silva

Resumo


Introdução: A água utilizada nos procedimentos odontológicos apresenta-se contaminada e pode causar infecção cruzada. Objetivos: Neste estudo, investigou-se a qualidade da água de equipos odontológicos e a ação de diferentes concentrações de clorexidina na redução da contaminação. Métodos: Os parâmetros de contaminação utilizados foram o da American Dental Association e do Ministério da Saúde. Realizou-se análise bacteriológica em amostras de água de 17 seringas tríplices para verificar a qualidade microbiológica da água tratada ou não com clorexidina in vitro. Testaram-se concentrações de clorexidina 0,4%; 0,2%; 0,1%. Utilizou-se clinicamente clorexidina 0,1% na desinfecção do sistema de água por um minuto em 13 equipos e realizou-se nova análise bacteriológica da água. Resultados: Todos os grupos-controles apresentaram níveis elevados de contaminação, 100% dos grupos tratados in vitro com clorexidina e dos equipos que sofreram desinfecção com clorexidina 0,1% apresentaram-se descontaminados. Conclusão: Clorexidina 0,1% foi efetiva na redução da contaminação da água odontológica.

Palavras-chave


Clorexidina; Desinfecção da água; Equipamentos odontológicos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2011 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.