Análise da qualidade de vida em idosos praticantes de atividade física regular em Teresina-Piauí

Michelle Vicente Torres, Elaine Cristiane de Moura Sousa, Cynthia Carvalho de Sousa, Gilvania Melo da Rocha, Maria Edite Magalhães Dourado, Airton Jose dos Santos

Resumo


Introdução:Alguns estudos mostram que 70% das pessoas acima de 60 anos no Brasil são sedentárias, número este preocupante, tendo em vista as consequências que este fator de risco pode acarretar. Objetivo:Avaliar o perfil de idosos praticantes e não praticantes de atividade física, utilizando como referência a análise da qualidade de vida, dos fatores de risco cardiovascular e sociodemográficos. Metodologia: O questionário SF-36 foi aplicado em um grupo composto por 55 idosos praticantes de atividade física e um grupo controle, de 55 idosos sedentários. Ambos os grupos foram compostos por idosos do Programa da Terceira Idade em Ação. Resultados: O perfil da qualidade de vida do grupo praticante de atividade física apresentou uma porcentagem maior de idosos em condições de "excelente" e "regular",quando comparados as porcentagens dos não praticantes. Conclusão: Por meio desse estudo, verificou-se que a prática de atividade física proporciona um bem-estar físico, mental e emocional que influencia na melhora da qualidade de vida de idosos praticantes de atividade física.

Palavras-chave


Atividade física; Idoso; Qualidade de vida.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v9i4.2408

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2010 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.