Análise do comportamento motor em ratos acometidos por acidente vascular encefálico

Ivo Ilvan Kerppers, Guilherme Justus, Mario César da Silva Pereira, Regiane Albertini de Carvalho

Resumo


Introdução: O acidente vascular cerebral é a doença neurológica que mais frequentemente acomete o sistema nervoso e é a principal causa de incapacidades físicas e mentais. Objetivo: Avaliar o comportamento motor em modelos de animais após cirurgia de oclusão da carótida comum. Método: Foram utilizados 16 ratos Wistars, e foi realizado cirurgia anteriormente na cervical para exposição da carótida comum, sendo obstruída por pinça hemostática. A amostra foi dividida em dois grupos, GI e GII Resultados: Na análise estatística, os valores da média e desvio-padrão para a reação normal foi de 42,5±0,70 e para a reação de flexão 0,0±0,0 para o Grupo I. Para o grupo II, a média e o desvio-padrão para reação normal foi de 36,0±1,41 e para a reação de flexão, de 20,0±2,82. Conclusão: A atividade física é essencial para o dia a dia em pacientes portadores de lesão neurológica, proporcionando melhora locomotora.

Palavras-chave


Acidente vascular encefálico; Atividade física; Rato.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v9i4.2424

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2010 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.