Confiabilidade e aplicabilidade de dois métodos de avaliação da amplitude de movimento de dorsiflexão do tornozelo

Christiane de Souza Nolasco, Filipe Abdalla dos Reis, André Merjan de Figueiredo, Érica Martinho Salvador Laraia

Resumo


Introdução: A limitação da amplitude de movimento de dorsiflexão é o parâmetro mais utilizado na avaliação e evolução da abordagem fisioterapêutica. Objetivos: Avaliar a confiabilidade e aplicabilidade da goniometria e do teste Weight-Bearing para a mensuração de dorsiflexão do tornozelo. Método: Participaram 25 voluntários, do sexo masculino, com idade média de 38,81 (± 6,26), distribuídos em dois grupos: G1 (n=13 Não-atleta) e G2 (n=12 Atletas). A medida da dorsiflexão do tornozelo foi realizada com goniômetro universal adaptado com haste metálica de 45 cm e por meio do teste Weigth-Bearing. Os dois métodos foram aplicados nos participantes por três examinadores, cada um efetuando a mensuração seis vezes. Com o ICC, verificou-se a confiabilidade dos testes. Resultados: Obtiveram-se ICC de 0,98 na goniometria, para o G1, e 0,97, para o G2. Já para o Weight-Bearing, obteve-se ICC de 0,98 para o G1 e o mesmo para o G2. Todas essas medidas foram consideradas muito elevadas. Conclusão: Ambos os métodos são de alta confiabilidade para aplicação clínica nessas condições experimentais.

Palavras-chave


Amplitude de movimento articular; Goniometria articular; Tornozelo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2011 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.