Perfil de risco cardiovascular em praticantes de exercícios físicos supervisionados

Pedro Weldes da Silva Cruz, Crivaldo Gomes Cardoso Jr, Gabriel Grizzo Cucato, Denise Maria M. Vancea, Raphael M. Ritti-Dias

Resumo


Introdução: Embora os efeitos benéficos do exercício físico (EF) sejam bem documentados, em alguns casos sua realização pode potencializar a chance de eventos cardiovasculares agudos. Objetivo: Descrever o risco cardiovascular em indivíduos frequentadores de um centro de EF supervisionado. Métodos: A amostra foi composta por 100 indivíduos. A coleta de dados foi realizada por meio da aferição de medidas antropométricas e informações sobre os fatores de risco cardiovascular, sinais e/ou sintomas e histórico de doença cardiovascular. Resultados: O fator de risco mais prevalente foi a obesidade (39%). Vinte e quatro por cento dos indivíduos foram classificados como “alto risco”, e 16%, como “risco moderado”. Mais de 60% dos participantes classificados como “alto risco” não realizaram o teste ergométrico antes do início do programa. Conclusão: A maioria dos praticantes no centro de EF analisado apresenta alto risco cardiovascular, o que reafirma a necessidade de uma triagem cardiovascular antes do início do programa de treinamento.

Palavras-chave


Cardiologia; Doenças cardiovasculares; Educação física e treinamento; hipertensão; Ergometria.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v10i3.2673

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2011 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.