Ação do Azospirillum brasilense no desenvolvimento das plantas de trigo 'variedade IAC-24' e cevada 'variedade CEV 95033'

Andréia Aparecida de Oliveira Silva, Taís Arruda Felipe, Erna Elisabeth Bach

Resumo


Sementes de trigo e de cevada foram transferidas para tubos contendo terra e inoculadas com bactérias fixadoras de nitrogênio, o Azospirillum brasilense Sp7. Aumentos significativos foram encontrados no tamanho e diâmetro das raízes primárias e secundárias das plantas inoculadas, quando comparadas com as sadias, indicando alteração na morfologia do sistema radicular com aumento da superfície de contato para a retirada de água e nutrientes para a planta, além de fixar o nitrogênio mais facilmente. Outro fato observado na reação de resistência foi o efeito de elicitor contra doença causada por Bipolaris sorokiniana.

Palavras-chave


‘Azospirillum brasilense’. Cevada. Elicitor. Trigo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v3i0.281

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2004 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.