A prevalência de lesões no Jiu-Jitsu de acordo com relatos dos atletas participantes dos campeonatos mundiais em 2006

Adriano Pinheiro Machado, Guilherme Pinheiro Machado, Thiago De Marchi

Resumo


Objetivo: Analisar prevalência, localização anatômica, situação de origem e ocorrência, afastamento e severidade das lesões em atletas de Jiu-Jitsu. Métodos: Participaram deste trabalho 308 atletas. O instrumento de avaliação consistiu na aplicação de um questionário fechado que foi respondido pelos lutadores. Resultados: As regiões anatômicas mais acometidas foram o joelho (28,40%), o ombro (15,60%) e o cotovelo (10,40%), e 42,80% das lesões ocorreram quando o atleta recebeu um golpe, e 15,60% quando aplicaram um golpe. A maior parte das lesões levou os atletas ao afastamento da prática da modalidade (72%) e a maioria delas foi severa (34%), ocorrendo mais durante o treinamento (67,40%). Conclusão: Este estudo contribuiu para a caracterização das lesões decorrentes do Jiu-Jitsu e das causas que as determinam, conscientizou quanto aos riscos nessa técnica, possibilitando, assim, reduzir a incidência e severidade das lesões. Sugerem-se realizar mais estudos e elaborar medidas preventivas de lesões para esse esporte.

Palavras-chave


Artes marciais; Fisioterapia (técnicas); Lesões esportivas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v11n1.3033

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2012 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.