Análise da aderência e da permanência de longevos em programas de atividade física

Marize Amorim Lopes, Rodrigo de Rosso Krug, Moane Marchesan, Giovana Zarpellon Mazo

Resumo


Objetivo: Analisar os motivos de aderência e permanência de idosos longevos em programas de atividades físicas. Método: Participaram, neste estudo, 87 idosos com 80 anos ou mais de idade, integrantes de grupos de convivência de Florianópolis (SC). Aplicou-se uma entrevista semiestruturada interpretada pela análise de conteúdo temática. Resultados: Os motivos de aderência em programas de atividades física foram: promoção/manutenção da saúde, prazer pela atividade física, indicação médica, indicação/incentivo de amigos/familiares/profissionais, socialização, manter-se ativo, ter ocupação/diversão, sentir-se bem e estética. Os motivos de permanência foram: promoção/manutenção da saúde, prazer pela prática, socialização, sentir-se bem, manter-se ativo, bons profissionais e indicação médica. Conclusão: Os principais fatores que motivam os longevos a aderirem e a permanecerem nos programas de atividades físicas estão atrelados à percepção da saúde e aos fatores psicossociais. O conhecimento desses fatores possibilita intervenções que auxiliam na permanência dos idosos nestes programas por um tempo prolongado.

Palavras-chave


Atividade física; Idosos de 80 anos ou mais; Saúde do idoso.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v11n3.3118

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2012 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.