Características antropométricas e bioquímicas de atletas de futebol

Joel Saraiva Ferreira, Petr Melnikov

Resumo


Objetivo: Coletar características antropométricas e bioquímicas de jogadores de futebol de Campo Grande (MS) para avaliar seu estado de saúde. Métodos: Participaram deste estudo 50 jogadores de futebol do sexo masculino, com média de idade de 28,1 anos. Foram medidos: peso corporal, estatura, percentual de gordura, glicose, triglicérides, colesterol total e suas frações LDL e HDL. O teste de correlação de Spearman foi aplicado para o cálculo estatístico, com valor de p<0,05 sendo escolhido como nível significativo. Resultados: Os valores obtidos, considerando média ± desvio-padrão, foram: peso corporal 22,0 ± 1,8 kg; percentual de gordura 10,3 ± 3,2%; 8,3 ml/dL para glicose; 76,4 ml/dL para triglicérides; 155,9 ml/dL para colesterol total, suas frações com 88,5 ml/dL para LDL e 50,8 ml/dL para HDL. Conclusão: Para a maioria dos indivíduos envolvidos com a prática regular de futebol, esse exercício sistemático garante características antropométricas e bioquímicas com indicadores favoráveis à boa saúde.

Palavras-chave


Colesterol; Exercício físico; Futebol; Glicose; Triglicérides.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v11n2.3158

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2012 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.