Efeitos dos treinamentos aeróbio, resistido e combinado sobre a composição corporal de diabéticos tipo 2

Gabriela do Nascimento Lima, Stevia Lira Queiroz, Pedro Weldes da Silva Cruz, Heva Lílian Bezerra Albuquerque dos Santos, Cláudio Barnabé dos Santos Cavalcanti, Denise Maria Martins Vancea

Resumo


Introdução: O diabetes mellitus tipo 2 (DM2) possui grande relação com sedentarismo e obesidade, estimando-se que 60% a 90% dos diabéticos têm excesso de peso. Objetivo: Analisar o efeito de um treinamento aeróbio, resistido e combinado na composição corporal de DM2. Métodos: A pesquisa foi realizada com 16 DM2, durante 11 semanas. Dividiu-se a amostra em três grupos: treinamento aeróbio (TA), n=5, MI= 66,8 ±5,67, que realizou 40 minutos de exercício aeróbio; treinamento resistido (TR), n=6, MI; 64,16 ±10, que praticou oito exercícios de resistência e treinamento combinado (TC), n=5, MI= 59,6 ±10,8, que efetuou 20 minutos do TA e quatro exercícios do TR. O IMC foi mensurado no pré-treinamento e no pós-treinamento. Resultados: Observou-se uma diferença estatisticamente significativa do IMC nos três grupos, comparando-se o pré-treino com o pós-treino (p=0,02). Conclusão: O treinamento aeróbio resistido e o combinado são eficazes na diminuição do IMC.

Palavras-chave


Composição corporal; Diabetes mellitus tipo 2; Exercício físico.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v11n4.3197

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2012 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.