Avaliação da qualidade de vida antes e após terapia com dança sênior em pacientes hemiparéticos pós-AVE

Patricia Cristina de Carvalho, Lucas Andreo Dias Dos Santos, Soraia Micaela Silva, Silvia Sper Cavalli, João Carlos Ferrari Corrêa, Fernanda Ishida Corrêa

Resumo


Introdução: A dança pode melhorar a qualidade de vida (QV) de pessoas que apresentam algum comprometimento psicomotor, porém, nada foi encontrado sobre a dança sênior para pacientes neurológicos. Objetivo: Avaliar a QV em pacientes hemiparéticos pós-AVE, antes e após terapia com dança sênior. Metodologia: Selecionaram-se oito hemiparéticos e foram aplicados dois questionários de QV, SF-36 e SS-QOL. As sessões de terapia com dança sênior, realizadas na clínica de Fisioterapia da Uninove, tiveram duração de uma hora, duas vezes por semana, totalizando 24 sessões. Ao final, os questionários foram reaplicados. Utilizou-se estatística descritiva para caracterização da amostra, após os dados foram submetidos ao teste de normalidade Kolmogorov-Smirnov e teste Wilcoxon. Estabeleceu-se o nível de significância de 5%. Resultados: Observou-se diferença estatisticamente significante na QV, sendo SF-36 (p=0,05) e SS-QOL (p=0,01). Conclusão: O estudo mostrou resultados positivos, pois houve uma melhora significativa na qualidade de vida dos pacientes que participaram da dança.

Palavras-chave


Acidente cerebral vascular; Dança; Hemiplégico; Qualidade de vida.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v11n4.3284

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2012 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.