Fatores de risco para desenvolvimento de úlceras de pressão em UTI

Carla Wouters Franco Rockenbach, Aline Morás Borges, Renata Busin do Amaral, Eliane Bordin

Resumo


Introdução: As úlceras por pressão (UP) representam um problema de saúde pública, necessitando maior investigação quanto à sua incidência e prevalência. Objetivo: Avaliar os fatores de risco para o desenvolvimento de UP em indivíduos internados em UTI. Método: Coorte prospectiva, desenvolvida nas UTIs e Unidade Semi-Intensiva de um hospital localizado no norte do RS. Participaram 97 indivíduos, sendo coletados dados de identificação, uso e tempo de ventilação mecânica, dados antropométricos, comorbidades, características e localização das UPs. Resultados: A localização mais frequente de UP foi na região dos calcâneos 39 (63,1%). Nas 108 ocorrências de UP, 36 (37,1%) indivíduos apresentaram 55 úlceras de grau I. Foi observada maior incidência de UP em relação à idade, tempo de internação e de ventilação mecânica e menor escore na escala de Glasgow. Conclusão: A incidência de UP foi significativamente associada à idade, sepse, tempo de internação e de ventilação mecânica e escala de Glasgow.

Palavras-chave


Fatores de risco; Hospitalização; Úlcera por pressão.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v11n2.3344

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2012 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2021 Todos os direitos reservados.

Esta obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional