Efeito do basquetebol em cadeira de rodas no colesterol-HDL de paraplégicos

Fabio Barreto Rodrigues

Resumo


Introdução: Indivíduos com lesão medular normalmente têm estilo de vida sedentário e baixos níveis do colesterol-HDL. O exercício regular melhora o perfil lipídico, mas pouco se sabe sobre como prescrever exercícios com esta finalidade para tal população. Objetivo: Investigar o efeito do basquetebol no perfil lipídico de sujeitos com lesão medular. Métodos: Nove voluntários participaram do treinamento de basquetebol em cadeira de rodas, três vezes por semana, durante 14 semanas. A intensidade média do treino foi 60% da frequência cardíaca máxima. Analisou-se o perfil lipídico antes e após o treinamento. Resultados: Verificaram-se aumentos significantes de 24,6% nos níveis de HDL-C (colesterol HDL) (p 0,05); e diminuições de 11,4% e 12,4%, nas relações CT (colesterol total)/HDL-C e LDL-C (colesterol LDL)/HDL-C, respectivamente, comparados ao grupo controle (n=12). Conclusões: O basquetebol em cadeira de rodas promoveu alterações positivas no colesterol-HDL e pode ser estratégia não medicamentosa para redução do risco de doença cardiovascular nessa população.

Palavras-chave


Dislipidemias, Doenças cardiovasculares; Exercício; Lesões da medula espinhal; Reabilitação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v12n1.3790

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2013 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.