Avaliação in vitro da biocompatibilidade dos braquiópodos para a elaboração de um novo material

José Reis dos Santos Júnior, Kristianne Santos Porta Fernandes, Manoela Domingues Martins, Sandra Kalil Bussadori, Elaine Marcílio Santos

Resumo


Esta pesquisa avaliou in vitro a citotoxidade dos braquiódopos em fibroblastos embrionários de ratos, para o desenvolvimento de um novo material. Os materiais foram colocados em lamínulas de vidro, depositadas nas células em cultura. Foram utilizados fibroblastos NIH-3T3 e plaqueados em 1 x 10 células por placa de Petri. Nas culturas controle, as lamínulas de vidro foram adicionadas sem substância. Foram executados testes de longo prazo em períodos experimentais de um, três, cinco e sete dias; e de curto prazo, em zero, quatro, oito e 12 horas. Nesses períodos, efetuamos a contagem celular, em triplicata, para cada substância testada, pelo método de exclusão de células coradas pelo azul de Trypan. Em ambas as linhagens celulares, o material permitiu o crescimento celular e, por isso, concluiu-se que nenhuma das concentrações demonstrou ser citotóxica in vitro, em cultura de fibroblastos.

Palavras-chave


Biocompatibilidade. Chitosan. Citotoxicidade. Fisfato de cálcio. Quitina.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v5i1.435

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2006 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2022 Todos os direitos reservados.

Esta obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional