Mobilidade torácica de crianças em tratamento quimioterápico para leucemia agudaMobilidade torácica de crianças em tratamento quimioterápico para leucemia aguda

Thalita Medeiros Fernandes de Macêdo, Tania Fernandes Campos, Mikaela Tatiany Medeiros Barra, Diana Amélia de Freitas, Gabriela Suéllen da Silva Chaves, Karla Morganna Pereira Pinto de Mendonça

Resumo


Introdução: As leucemias representam a neoplasia que mais acometem a população infantil. Objetivo: Comparar a mobilidade torácica entre crianças com leucemia aguda durante a fase de manutenção da quimioterapia e escolares saudáveis. Métodos: Foram avaliadas 34 crianças divididas entre os grupos: A, composto por 17 pacientes com leucemia aguda; e B, formado com 17 saudáveis. A mobilidade torácica foi avaliada por meio da cirtometria torácica nos níveis axilar e xifoide. Foram utilizados os testes “t” de Student não pareado e pareado para comparação dos valores encontrados durante as avaliações. Resultados: As integrantes do grupo com leucemia aguda apresentaram menor mobilidade torácica axilar e xifoideana, quando comparadas ao grupo das saudáveis. No entanto, não houve diferença entre os valores encontrados nesses níveis em cada grupo avaliado. Conclusão: A crianças com leucemia aguda durante o período de manutenção do tratamento quimioterápico apresentam redução da mobilidade torácica.

Palavras-chave


Avaliação; Criança; Leucemia; Tórax.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v13n2.4784

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2014 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.