Corrente interferencial no limiar de dor induzida à pressão e ao frio, nas frequências de 2 kHz, 4 kHz e 8 kHz

Danilo Oliveira Silva, Aline Spironello, Gessica Andretta, Giulia Satie Broetto, Jaiane Luiza Jaskowiak, Gladson Ricardo Flor Bertolini

Resumo


Introdução: A corrente interferencial é uma forma de estimulação elétrica nervosa transcutânea, com finalidades terapêuticas, a qual tem seus efeitos analgésicos avaliados por modelos experimentais para indução da dor, como a dor ao frio e à pressão. Objetivo: Verificar a eficácia das diferentes frequências (2000 Hz, 4000 Hz e 8000 Hz) na alteração do limiar de dor ao frio e à pressão. Métodos: Vinte voluntários foram divididos aleatoriamente em quatro grupos e foram estimulados por diferentes frequências. Foram avaliados os limiares da dor por pressão e ao frio, além do desconforto pela Escala Visual Analógica. As formas de avaliação ocorreram prévias à estimulação, e 20 e 60 minutos após esta. Resultados: Não houve diferenças significativas, tanto no grupo placebo quanto nos três grupos que passaram pela eletroestimulação. Conclusão: Não houve alteração no limiar de dor induzida ao frio e à pressão nas diferentes frequências da corrente interferencial.

Palavras-chave


Analgesia; Estimulação elétrica nervosa transcutânea; Medição da dor.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v14n2.5281

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.