Efeitos do hiperboloide masticator apparatus na desordem temporomandibular - Estudo de caso

Carolina Marciela Herpich, Cid André Fidelis de Paula Gomes, Yasmin El Hage, Igor Phillip dos Santos Gloria, Ana Paula Amaral, Fabiano Politti, Daniela Aparecida Biasotto-Gonzalez

Resumo


Introdução: A disfunção temporomandibular caracteriza-se por um conjunto de alterações clínicas envolvendo os músculos mastigatórios, a articulação temporomandibular e outras estruturas associadas. Objetivo: A estimulação proprioceptiva condicionada pelo uso do hiperboloide diminui o quadro álgico e aumenta a amplitude do movimento mandibular. Métodos: Apresentamos o caso de uma jovem de 22 anos com diagnostico de Disfunção temporomandibular, que recebeu o tratamento fisioterapêutico utilizando hiperboloide mastigador apparatus 3 vezes por semana durante 8 semanas sendo realizadas duas avaliações específicas: extensão vertical do movimento mandibular e mensuração do limiar de dor por pressão sobre o músculo masseter, pré atendimento, pós imediato e pós tratamento. Resultados: Observou-se aumento expressivo na abertura mandibular e no aumento de limiar de dor. Conclusão: O uso do hiperboloide levou a um aumento mobilidade mandibular e diminuição de dores nos músculos masseteres e consequente melhora na mastigação.

Palavras-chave


Modalidades de Fisioterapia; Dor facial; Desordem temporomandibular; Articulação temporomandibular.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v14n4.5688

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.