Reabilitação baseada em movimento para melhora de dor e atividade em indivíduos com espondilólise ou espondilolistese: revisão sistemática

Lucas Rodrigues Nascimento, Douglas Novaes Bonifácio, Renan Alves Resende

Resumo


Introdução: Alterações em estrutura e função decorrentes de espondilólise/espondilolistese podem incluir dor lombar e/ou irradiada para membros inferiores com limitações de atividade. Objetivo: avaliar a eficácia de programas de reabilitação baseados em movimento para redução da dor e melhora de atividade em indivíduos com diagnóstico de espondilólise/espondilolistese. Método: Revisão sistemática de ensaios clínicos aleatorizados, cuja intervenção foi programa de reabilitação baseado em exercício. As medidas de desfecho foram dor e atividade. Resultados: Cinco estudos foram incluídos. Dois estudos investigaram a eficácia da intervenção experimental comparada a placebo/não-intervenção, encontrando resultados inconclusivos. Três estudos investigaram a eficácia da intervenção experimental em comparação ao tratamento cirúrgico, reportando superioridade do tratamento cirúrgico. Conclusão: Os resultados são inconclusivos em relação à eficácia da reabilitação baseada em movimento, e sugerem que é menos eficaz do que tratamentos cirúrgicos na redução da intensidade de dor e melhora de atividade de indivíduos com diagnóstico de espondilólise/espondilolistese.

Palavras-chave


Espondilólise; Espondilolistese; Dor lombar; Revisão; Reabilitação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v15n2.6190

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.