Atividade de vida diária e sintomas depressivos em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica

Graziella Monicky Oliveira Costa, Rilda Carla Alves de Souza Santos, Patrícia Érika de Melo Marinho

Resumo


Objetivo: avaliar a presença de sintomas depressivos e as atividades de vida diária em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC). Métodos: Participaram 114 pacientes com DPOC classificados de acordo com Global Strategy for the Diagnosis, Manegement and Prevention in COPD nos estágios 2, 3 e 4. Foram avaliados a presença de sintomas depressivos (Inventário de Depressão de Beck) e as limitações nas atividades de vida diária (AVDs) (London Chest Activity of Daily Living Scale - LCADL). Resultados: A prevalência de sintomas depressivos foi 41,2%. Os pacientes com sintomas depressivos apresentaram comprometimento em todos os domínios do LCADL (Cuidado pessoal, p<0,001; Atividades domésticas, p=0,004; Atividade Física, p=0,002; Lazer, p<0,001 e Escore total, p<0,001). Conclusão: os pacientes com DPOC e com sintomas depressivos apresentaram limitações na capacidade de desempenhar as AVDs, sendo necessário não só o rastreamento desses sintomas como também a avaliação das AVDs na prática clínica.


Palavras-chave


Envelhecimento; Depressão; Dispneia; Debilidade muscular.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v16n4.7662

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.