Ginkgo biloba e câncer

Fernanda Lasakosvitsch Castanho, Marcelo Giovedi Funke, Lucimar Pereira de França

Resumo


O extrato do Ginkgo biloba (Egb 761) é conhecido por sua capacidade de eliminar as espécies reativas de oxigênio (EROs). Estudos demonstram que sua propriedade antioxidante pode ser utilizada tanto na prevenção quanto na terapia de doenças associadas ao estresse oxidativo. Além do efeito antioxidante e inibidor da peroxidação lipídica, o Ginkgo biloba está envolvido na apoptose de células tumorais. Seu extrato é capaz de inibir a angiogênese por meio da regulação negativa do gene VEGF. Esses dados o apontam como um potente agente antitumoral com bons prospectos na aplicação clínica.

Palavras-chave


Angiogênese. Antioxidantes. Apoptose. Câncer. Ginkgo biloba.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v6i1.909

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2007 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2022 Todos os direitos reservados.

Esta obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional