Aula de Trabalho Pedagógico Coletivo (ATPC) na escola pública no estado de São Paulo: breves considerações críticas

Jorge Luis Sansigolo Ribeiro, Viviane Oliveira da Silva, Celso do Prado Ferraz de Carvalho

Resumo


O debate acerca dos processos de formação continuada é objeto de políticas educacionais e extensa produção bibliográfica há um tempo considerável, revelando não somente sua importância, como seus problemas. No Estado de São Paulo, no contexto das políticas de formação continuada da SEE/SP, foi criada a Atividade de Trabalho Pedagógico Coletivo (ATPC), com o objetivo de ser um espaço que permitisse aos professores discutir as questões pedagógicas, seu cotidiano e suas demandas, se apropriando de conhecimentos necessários para a superação de problemas. O artigo apresenta uma breve trajetória dos processos de regulação da ATPC no Estado de São Paulo, analisa as intenções da formação continuada expressas na legislação e aponta seus problemas. Reforça, em sua conclusão, a necessidade de repensar a ATPC como política de formação isolada, pois a forma como a carreira docente é fragmentada impede que o professor possa exercer sua atividade em uma única escola. 


Palavras-chave


Formação continuada; Políticas educacionais; Atividade de trabalho pedagógico coletivo; Professores; Estado de São Paulo.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CP n. 02/2015. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada. Brasília, DF, 2019. Disponível em: http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?data=02/07/2015&jornal=1&pagina=8&totalArquivos=72. Acesso em 15 jul 2020.

BRASIL. Resolução CNE/CP nº 2, de 20 de dezembro de 2019. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação Inicial de Professores para a Educação Básica e institui a Base Na-cional Comum para a Formação Inicial de Professores da Educação Básica (BNC-Formação). Brasília, DF, 2015. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/docman/dezembro-2019-pdf/135951-rcp002-19/file. Acesso em 17 jul 2020.

GEPD – Grupo de Estudos das Práticas Docentes. HTPC como lugar de formação continuada dos professores. 2020. Disponível em https://esquerdaonline.com.br/2020/04/24/htpc-como-lugar-de-formacao-continuada-dos-professores/. Acesso em 21 jul 2020.

GOULART, D. C., PINTO, J. M. R., & CAMARGO, R. B. de. (2017). Duas reorganizações (1995 e 2015): do esvaziamento da rede estadual paulista à ocupação das escolas. ETD-Educação Temática Digital, 19, 109-133. Disponível em: https://doi.org/10.20396/etd.v19i0.8647797. Acesso em 20 set 2020.

PALMA FILHO, João C. Reorganização do Ensino Fundamental na Rede Estadual de Ensino do Esta-do de São Paulo, Política e Ideologia: memória. In: PALMA FILHO, João C., TOSI, Pedro G. (Org.). Pedagogia Cidadã: Cadernos de Formação: Política e Economia da Educação. São Pau-lo: UNESP, Pró-reitoria de graduação, 2004.

SÃO PAULO (Estado). Coordenadoria de Estudos e Normas Pedagógicas. Portaria CENP nº 1/96 – L.C. nº 836/97. São Paulo: SE, 1996.

SÃO PAULO (Estado). Secretaria da Educação. Resolução SE nº 08, de 2012. São Paulo: SE, 2012.

SÃO PAULO (Estado). Documento Orientador CGEB: Aula de Trabalho Pedagógico Coletivo (ATPC) em Destaque. São Paulo: SE, 2014.

SÃO PAULO (Estado). Resolução SE nº 08, de 19 de janeiro de 2012. Dispõe sobre a carga horária dos docentes da rede estadual de ensino. São Paulo: SE, 2012.

SANTOS, D. S. Registro: Importante Ferramenta para o Aperfeiçoamento do Trabalho Pedagógico. In: Portal Educação, publicado em 30. out. 2012. Disponível em: https://www.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/educacao/registro-importante-ferramenta-para-o-aperfeicoamento-do-trabalho-pedagogico/20755. Acesso em 12 jan 2020.




DOI: https://doi.org/10.5585/cpg.v19n2.18171

Direitos autorais 2020 Cadernos de Pós-graduação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Cadernos de Pós-graduação
e-ISSN: 2525-3514
www.cadernosdepos.org.br

Cadernos de Pós-graduação ©2021 Todos os direitos reservados.

Esta obra está licenciada com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional