O filme “Alex Strangelove” como recurso pedagógico para a formação em educação sexual

Ana Regina Branco de Miranda, Ricardo Desidério da Silva

Resumo


Este artigo tem por objetivo propor uma reflexão a partir do filme “alex strangelove” da Netflix, de modo a promover debates e reflexões frente à temática da diversidade sexual no processo de formação docente, principalmente a partir da utilização de vídeos como recursos pedagógicos eficazes para inserção do tema. Este estudo caracteriza-se por uma pesquisa qualitativa, do tipo documental a partir da perspectiva da educação audiovisual da sexualidade, desenvolvida por Silva (2015, 2020), que estabelece uma proposta metodológica de análise ao estudo de imagens e sons. Contudo, denota-se que o filme problematiza questões da diversidade sexual, possibilitando pensar na homossexualidade para além de uma escolha sexual, podendo ainda trazer novos direcionamentos para sua utilização como material educativo na escola.


Palavras-chave


homossexualidade; sexualidade; educação audiovisual

Texto completo:

PDF

Referências


ALEXANDRINO, R. A suposta homossexualidade. Dissertação (mestrado) Universidade Estadu-al de Campinas, Faculdade de Educação, Campinas, SP, 2009. Disponível em: http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/251623.

BARBOSA J. P. S. A produção de significados em pôsteres de filmes queer: diálogos entre a Análise Crítica do Discurso, os estudos da tradução e a identidade de gênero. Re-Unir, v. 5, n° 1, p. 197-217, 2018.

COSTA, M. C. O., LOPES, C. P. A., SOUZA, R. P., PATEL, B. N. Sexualidade na adolescência: desenvolvimento, vivência e propostas de intervenção. Jornal de Pediatria, Vol. 77, Supl. 2, 2001.

ESPERANÇA, A. C., SILVA, I. R., NEVES, A. L. M., & SILVA, F. P. P. Sentidos e significados de homossexualidade para discentes de cursos de licenciaturas. Perspectivas En Psicología, 12(2), 32-40. Disponível em: http://200.0.183.216/revista/index.php/pep/article/view/4

FERNANDO, P. O “Estranho” mundo de Alex Strangelove. Pipoca com pequi. 1 jul.2018. Dispo-nível em: . Acesso em: 28 março 2021.

FIGUEIRÓ, M. N. D. Formação de educadores sexuais: adiar não é mais possível. Londrina: Eduel, 2014.

FIGUEIRÓ, M. N. D. Educação Sexual: saberes essenciais para quem educa. Curitiba: CRV, 2018.

FISCHER, R. M. B. Mídia, máquinas de imagens e práticas pedagógicas. Rev. Bras. Educ. [online]. 2007, vol.12, n.35, pp.290-299

KIPNISI, L. Contra o amor. Tradução: Ryta Vinagre. 3ª ed. Rio de Janeiro: Record, 2012.

LEÃO, A. M. C. Estudo analítico-descritivo do curso de pedagogia da Unesp-Araraquara quanto a inser-ção das temáticas de sexualidade e orientação sexual na formação de seus alunos. Tese (Doutorado em Educação Escolar) – Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista, Arara-quara, SP, 2009.

LOURO, G. L. Cinema e sexualidade. Revista Educação e Realidade. 33(1): 81-98, Jan- Jun, 2008.

MOTTA, D. G.; NUNES, I. M. L. Sexualidade, formação docente e currículo escolar: abordagem Mara-nhense. Revista Cocar, Edição Especial n° 2, p. 164-181, Ago-dez., 2016.

NASCIMENTO, M. L.; CHIARADIA, C. F. A retirada da orientação sexual do currículo escolar: regulações da vida. Sisyphus Journal of education, v. 5, p. 101-116, 2017.

NASCIMENTO, G. C. M.; SCORSOLINI-COMIN, F. A Revelação da Homossexualidade na Fa-mília: Revisão Integrativa da Literatura Científica. Trends Psychol., Ribeirão Preto, v. 26, n. 3, p. 1527-1541, Sept. 2018.

NUNAN, A., JABLONSKI, B., FÉRES-CARNEIRO, T. O preconceito sexual internalizado por homossexuais masculinos. Interação Psicológica., 14 (2), 255-262. Rio de Janeiro, RJ.

RODRIGUES, A. R. F., & SALLES, G. D. Anais II Simpósio Gênero e Políticas Públicas. Londrina, PR, 2011.

SILVA, R. D. Educação audiovisual da sexualidade: uma proposta metodológica para análise e estudo de imagens e sons. Travessias, Cascavel, v. 14, n. 1, p. 354-370, abr. 2020.

SILVA, R. D. Educação Audiovisual da Sexualidade: olhares a partir do Kit Anti-Homofobia. Tese (Doutorado em Educação Escolar). Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista, Araraquara-SP, 2015.




DOI: https://doi.org/10.5585/cpg.v20n1.19740

Direitos autorais 2021 Cadernos de Pós-graduação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Cadernos de Pós-graduação
e-ISSN: 2525-3514
www.cadernosdepos.org.br

Cadernos de Pós-graduação ©2021 Todos os direitos reservados.

Esta obra está licenciada com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional