Inclusão escolar de pessoas com deficiência e a perspectiva da família: análise da produção acadêmica de 2009 a 2019

Flávia Laryssa Gonzaga Rabelo, Rita de Cássia Barbosa Paiva Magalhães

Resumo


Este trabalho tem como objetivo analisar as produções acadêmicas produzidas no período de 2009 a 2019 sobre a inclusão escolar da pessoa com deficiência, levando em consideração a perspectiva da família. Para isso, realizou-se um levantamento das produções de teses e dissertações no Catálogo de Teses e Dissertações da Capes e na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações. Com base em Maturana e Cia (2015) e Bardin (2011), construiu-se uma ficha de análise das produções levantadas. Destaca-se que a maioria das pesquisas apresentaram como pressuposto o modelo social da deficiência, o que mostra um grande avanço conquistado pelas políticas de educação especial. Conclui-se que analisar as produções acadêmicas sobre a inclusão escolar de pessoas com deficiência que consideravam a perspectiva das famílias trouxe contribuições para entender como a temática vem sendo estudada e para criar um panorama desses estudos.


Palavras-chave


educação especial; família; escola

Texto completo:

PDF

Referências


BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011. 229 p.

BASTOS, Flúvia Ribeiro. Política de educação inclusiva em pelotas: percepções e interpretações dos respon-sáveis pelos alunos com deficiência incluídos nas escolas regulares municipais. Orientadora: Vini Rabassa da Silva. 2012. 159 f. Dissertação (Mestrado em Política Social) - Universidade Católica de Pelotas, Pelotas, 2012.

BAZON, Fernanda Vilhena Mafra. As mútuas influências, família-escola, na inclusão escolar de crianças com deficiência visual. Orientadora: Elcie Apparecida Fortes Salzano Masini . 2009. 574 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009.

BRASIL. Convenção sobre os direitos das pessoas com deficiência: protocolo facultativo à convenção sobre os direitos das pessoas com deficiência. Brasília, DF: 2007.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal: Centro Gráfico, 1988.

BRASIL. Decreto n° 6.949, de 25 de agosto de 2009. Promulga a convenção internacional sobre os direitos das pessoas com deficiência e seu protocolo facultativo, assinados em Nova York, em 30 de março de 2007. 2009.

BRASIL. Lei 7.853, de 24 de outubro de 1989. Brasília, DF: 1989.

BRASIL. Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência. Lei nº 13.146 de 2015. Brasília, DF: 2015.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº 9.394 de 20 de dezembro de 1996. Brasília, DF: 1996.

BRASIL. MEC. Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva. Documento elaborado pelo Grupo de Trabalho nomeado pela Portaria nº 555/2007, prorrogada pela Porta-ria nº 948/2007, entregue ao Ministro da Educação em 07 de janeiro de 2008. Brasília: 2008.

CONCEIÇÃO, Luiz Henrique de Paula. Educação para todos: a construção de cultura, políticas e práticas inclusivas a partir de um estudo de caso sobre uma estudante com deficiência na escola comum. Orientador: Lineu Norió Kohatsu. 2014. 151 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014.

COSTA, Maria Elizabete da. Alunos com deficiência e condições escolares, sociais e culturais: um estudo na rede pública estadual de São Paulo. Orientador: Carlos Antonio Giovinazzo Júnior. 2011. 117 f. Dissertação (Mestrado em Educação: história, política, sociedade) - Pontifícia Universi-dade Católica de São Paulo, São Paulo, 2011.

CRUZ, Daniella Messa e Melo. O que a família de crianças com deficiência tem a nos dizer sobre a inclu-são escolar de seus filhos? Orientador: Rogério Drago. 2013. 151 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2013.

DESSEN, Maria Auxiliadora; POLONIA, Ana da Costa. A família e a escola como contextos de desenvolvimento humano. Paidéia, Ribeirão Preto, v. 17, n. 36, p. 21-32, Jan/Abr 2007.

DINIZ, Debora; BARBOSA, Lívia; DOS SANTOS, Wederson Rufino. Deficiência, direitos humanos e justiça. Sur. Revista Internacional de Direitos Humanos, São Paulo, v. 6, n. 11, p. 61-71, Dez/2009.

FREITAS, Mariele Angélica de Souza. Estudantes com deficiência intelectual na educação de jovens e adultos: interfaces do processo de escolarização. Orientadora: Juliane Ap. de Paula Perez Campos. 2014. 140 f. Dissertação (Mestrado em Educação Especial) - Universidade Federal de São Car-los, São Carlos, 2014.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GODOY, H. P. Inclusão de alunos portadores de deficiência no ensino regular paulista: recomendações internacionais e normas oficiais. São Paulo: Mackenzie, 2002.

GÓES, Ricardo Schers. A escola de educação especial: uma escolha para crianças autistas e com deficiência intelectual associada de 0 a 5 anos. Orientadora: Marie Claire Sekkel. 2012. 99 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012.

GREGORUTTI, Carolina Cangemi. A tarefa de casa e o envolvimento familiar na inclusão escolar de alunos com deficiência física. Orientador: Sadao Omote. 2017. 191 f. Tese (Doutorado em Educa-ção) - Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Marília, 2017.

GUALDA, Danielli Silva. Variáveis familiares de crianças com deficiência e os tipos de escolarização in-clusiva e segregada. Orientadora: Fabiana Cia. 2015. 161 f. Dissertação (Mestrado em Educação Especial) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2015.

LIMA, Andreza Maria; MACHADO, Laêda Bezerra. Relação família-escola: o estado da arte na pós-graduação brasileira. EccoS–Revista Científica, São Paulo, n. 46, p. 149-169, maio/ago 2018.

MAGALHÃES, Rita de Cássia Barbosa Paiva. Traduções para as palavras diferen-ça/deficiência: um convite à descoberta. In: MAGALHÃES, Rita de Cássia Barbosa Paiva. Re-flexões sobre a diferença: uma introdução à educação especial. Fortaleza: Edições Demócrito Ro-cha, 2002. 228 p.

MANZINI, Eduardo José; PAULINO, Vanessa Cristina; CORRÊA, Priscila Moreira; DA SIL-VA, Michele Oliveira; LOPES, Mara Aparecida de Castilho. Análise de dissertações e teses em educação especial produzidas no Programa de Pós-Graduação em Educação da UNESP-Marília (1993-2004). Revista Educação Especial, Santa Maria, n. 28, 2006.

MARQUES, Maria de Fátima Jeronimo. Questões de gênero na vida de mulheres mães de crianças com deficiência. Orientadora: Rita de Cássia Barbosa Paiva Magalhães. 2019. 220 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.

MATURANA, Ana Paula Pacheco Moraes; CIA, Fabiana. Educação Especial e a Relação Fa-mília-Escola: análise da produção científica de teses e dissertações. Revista Quadrimestral da As-sociação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional, São Paulo, v. 19, n. 2, p. 349-358, Maio/Agosto de 2015.

MENDONÇA, Andréia Vieira de. Desenvolver potenciais e valorar capacidades: avaliação da aprendi-zagem de alunos com deficiência intelectual em escolas municipais de Fortaleza - CE. Orientadora: Tania Vicente Viana. 2014. 144 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2014.

MONTEIRO, Janete Lopes. A participação de alunos com deficiência intelectual no seu processo de esco-larização - estudo em uma escola da rede municipal de Florianópolis (SC). Orientadora: Rita de Cássia Marchi. 2019. 156 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Regional de Blume-nau, Blumenau, 2019.

PINTO, Maisa Cunha. Inclusão escolar do adolescente com deficiência intelectual na rede pública de ensino: percepção dos pais. Orientadora: Marilete Geralda da Silva . 2013. 153 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2013.

POLONIA, Ana da Costa; DESSEN, Maria Auxiliadora. Em busca de uma compreensão das relações entre família e escola. Psicologia escolar e educacional, São Paulo, v. 9, n. 2, p. 303-312, 2005.

ROSA, Fernanda Malinosky Coelho da. Histórias de vida de alunos com deficiência visual e de suas mães: um estudo em educação matemática inclusiva. Orientadora: Ivete Maria Baraldi. 2017. 260 f. Tese (Doutorado em Educação Matemática) - Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Rio Claro, 2017.

SANTOS, Rogério Alves dos. A voz dos estudantes com deficiência intelectual: rebatimentos dos tem-pos de escola na construção identitária. Orientadora: Rita de Cássia Barbosa Paiva Magalhães. 2017. 197 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.

SASSAKI, Romeu Kazumi. Inclusão: construindo uma sociedade para todos. Rio de Janeiro: WVA, 2006.

SCOTT, Ana Silvia Volpi. As teias que a família tece: uma reflexão sobre o percurso da história da família no Brasil. História: Questões e Debates, Curitiba, n. 51, p. 13-29, jul/dez 2009.

SMITH, Deborah Deutsch. O contexto da educação especial: um tempo de oportunidade. In: SMITH, Deborah Deutsch. Introdução à educação especial: ensinar em tempos de inclusão. Trad. Sandra Moreira de Carvalho. 5. ed. Porto Alegre: Artmed, 2008. p. 27-51.

SOUZA, Annye de Picoli. Relação escola e família de alunos com deficiência intelectual: o ponto de vista dos familiares. Orientadora: Aline Maira da Silva. 2016. 100 f. Dissertação (Mestrado em Educa-ção) - Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados, 2016.

TINÓS, Lúcia Maria Santos. Caminhos de alunos com deficiência à educação de jovens e adultos: conhe-cendo e compreendendo trajetórias escolares. Orientadora: Fátima Elisabeth Denari. 2010. 137 f. Tese (Doutorado em Educação Especial) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2010.

UNESCO. Declaração de Salamanca: Sobre Princípios, Políticas e Práticas na Área das Necessi-dades Educativas Especiais. 1994. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/salamanca.pdf. Acesso em: 20 maio 2021.

UNICEF. Convenção sobre os direitos da criança. 1989. Disponível em: https://www.unicef.org/brazil/convencao-sobre-os-direitos-da-crianca. Acesso em: 20 maio 2021.

UNICEF. Declaração mundial sobre a educação para todos. 1990. Disponível em: https://www.unicef.org/brazil/declaracao-mundial-sobre-educacao-para-todos-conferencia-de-jomtien-1990. Acesso em: 20 maio 2021.




DOI: https://doi.org/10.5585/cpg.v20n1.19788

Direitos autorais 2021 Cadernos de Pós-graduação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Cadernos de Pós-graduação
e-ISSN: 2525-3514
www.cadernosdepos.org.br

Cadernos de Pós-graduação ©2021 Todos os direitos reservados.

Esta obra está licenciada com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional