Percepções de alunos que abandonaram uma escola de ensino médio integrado no município de São Paulo

Marcio de Paula Evangelista, Maria do Carmo Meirelles Toledo Cruz, Julio Gomes Almeida

Resumo


Objetiva-se apresentar, sob a perspectiva dos estudantes, os motivos que os levaram a abandonar o Ensino Técnico Integrado ao Ensino Médio de uma Escola Técnica Estadual em São Paulo. Os alunos evadidos são dos cursos de Administração; Eletrônica; Logística; Secretariado; e Segurança do Trabalho, no período de 2015 a 2019. Com abordagem qualitativa, realizou-se pesquisa bibliográfica e coleta de informações via questionário. A revisão da literatura incorpora a complexidade da evasão escolar, indicando fatores intraescolares – infraestrutura, espaço escolar, processos e práticas escolares –, e extraescolares – mudança de residência, de emprego e desinteresse. Com base em categorias de análise, são apresentados os motivos da evasão escolar pela ótica dos estudantes. O estudo abrangeu 111 evadidos, 11 dos quais forneceram respostas. Os principais achados são: a) fatores internos e externos influenciaram a evasão; b) 64% dos alunos se evadiram na 1a série; e c) carga horária elevada, bullying e dificuldade financeira, aspectos que afetaram a decisão.


Palavras-chave


ensino médio integrado; evasão escolar; educação pública

Texto completo:

PDF

Referências


ABRAMOVAY, Miriam; CASTRO, Mary Garcia. Ensino médio: Múltiplas vozes. Brasília: MEC, 2003. Disponível em: http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/me002825.pdf. Acesso em: 5 jun. 2018.

BENETI, Marcelo; BOAS, Lucia Vilas. A evasão escolar na educação profissionalizante técni-ca. Cadernos de Pós-graduação, São Paulo, v. 17, n. 1, p. 157-168, jan./jun. 2018. Doi: 10.5585/cpg.v17n1.7491.

BOGDAN, Robert C.; BIKLEN, Sari Knopp. Investigação qualitativa em educação: Uma introdução à teoria e aos métodos. Porto: Porto, 1994.

BRASIL. [Constituição (1988)]. Constituição da República Federativa do Brasil, de 5 de outubro de 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 25 jun. 2020.

BRASIL. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educa-ção nacional. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 25 jun. 2020.

BRASIL. Lei n. 11.741, de 16 de julho de 2008. Altera dispositivos da Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para redimensio-nar, institucionalizar e integrar as ações da educação profissional técnica de nível médio, da educação de jovens e adultos e da educação profissional e tecnológica. Disponível em: L11741 (planalto.gov.br). Acesso em: 31 jan. 2021.

BRASIL. Lei n. 13.415, de 16 de fevereiro de 2017. Altera as Leis n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, e n. 11.494, de 20 de junho 2007, que regulamenta o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação, a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), apro-vada pelo Decreto-Lei n. 5.452, de 1o de maio de 1943, e o Decreto-Lei n. 236, de 28 de feve-reiro de 1967; revoga a Lei n. 11.161, de 5 de agosto de 2005; e institui a Política de Fomento à Implementação de Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13415.htm. Acesso em: 17 nov. 2020.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CP n. 1, de 5 de janeiro de 2021. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a Educação Profissional e Tecnológica. Disponível em: https://www.in.gov.br/web/dou/-/resolucao-cne/cp-n-1-de-5-de-janeiro-de-2021-297767578. Acesso em: 27 set. 2021.

DORE, Rosemary; LUSCHER, Ana Zuleima. Permanência e evasão na educação técnica de nível médio em Minas Gerais. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 41, n.144, p.770-789, dez.2011. Doi: 10.1590/S0100-15742011000300007.

FIGUEIREDO, Natália Gomes da Silva; SALLES, Denise Medeiros Ribeiro. Educação profis-sional e evasão escolar em contexto: Motivos e reflexões. Ensaio: Avaliação das políticas pú-blicas educacionais, Rio de Janeiro, v. 25, n. 95, p. 356-392, abr./jun. 2017. Doi: 10.1590/S0104-40362017002500397.

FUNDO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A INFÂNCIA (UNICEF). Enfrentamento da cultura do fracasso escolar: Reprovação, abandono, distorção idade-série. Unicef, 2021. Disponível em: https://www.unicef.org/brazil/media/12566/file/enfrentamento-da-cultura-do-fracasso-escolar.pdf. Acesso em: 26 set. 2021.

GATTI, Bernadete Angelina. A construção metodológica da pesquisa em educação: Desafi-os. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, Brasília, v. 28, n. 1, abr. 2012. Doi: 10.21573/vol28n12012.36066.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS ANÍSIO TEIXEIRA (Inep). No-tícias. Inep, 1998. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/artigo/-/asset_publisher/B4AQV9zFY7Bv/content/informe-estatistico-do-mec-revela-melhoria-do-rendimento-esco-lar/21206#:~:text=No%20ensino%20m%C3%A9dio%2C%20a%20redu%C3%A7%C3%A3o,volta%20mais%20para%20o%20sistema. Acesso em: 1o fev. 2021.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS ANÍSIO TEIXEIRA (Inep). Si-nopses estatísticas da educação básica. Disponível em: http://inep.gov.br/sinopses-estatisticas-da-educacao-basica. Acesso em: 1o fev. 2021.

MARCOLINO, Emanuella de Castro; CAVALCANTI, Alessandro Leite; PADILHA, Wilton Wilney Nascimento; MIRANDA, Francisco Arnoldo Nunes de e CLEMENTINO, Francisco de Sales. Bullying: prevalência e fatores associados à vitimização e à agressão no cotidiano es-colar. Texto & Contexto – Enfermagem, Florianópolis, v. 27, n. 1, 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/tce/v27n1/0104-0707-tce-27-01-e5500016.pdf. Acesso em: 20 jan. 2020.

MORAES, Francisco de; KULLER, José Antônio. Currículos integrados no ensino médio e na educa-ção profissional: Desafios, experiências e propostas. São Paulo: Senac São Paulo, 2016.

OLIVEIRA-MENEGOTTO, Lisiane Machado de; PASINI, Audri Inês; LEVANDOWSKI, Gabriel. O bullying escolar no Brasil: Uma revisão de artigos científicos. Psicologia: Teoria e Prá-tica, São Paulo, v.15, n. 2, p. 203-215, ago. 2013. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-36872013000200016&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 1o out. 2020.

SÃO PAULO (estado). Centro Paula Souza. Banco de dados da Cetec. Disponível em: http://www.cpscetec.com.br/bdcetec/index.php. Acesso em: 8 ago. 2020.

SILVA, Monica Ribeiro da; PELISSARI, Lucas Barbosa; STAIMBACH, Allan Andrei. Juven-tude, escola e trabalho: Permanência e abandono na educação profissional técnica de nível mé-dio. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 39, n. 2, p. 403-417, abr./jun. 2013. Doi: 10.1590/S1517-97022012005000022.

SOARES, Tufi Machado; FERNANDES, Neimar da Silva; NÓBREGA, Mariana Calife; NI-COLELLA, Alexandre C. Fatores associados ao abandono escolar no ensino médio público de Minas Gerais. Educação e Pesquisa, n. 41, v. 3, p. 757-772, 2015. Doi: 10.1590/S1517-9702201507138589.

SPOSATI, Aldaíza. Exclusão social e fracasso escolar. Em aberto, Brasília, v.17, n. 71, p. 21-32, 2000. Doi: https://doi.org/10.24109/2176-6673.emaberto.17i71.2099.

VIEGAS, Lygia de Sousa; SOUZA, Marilene Proença Rebello de. A progressão continuada no estado de São Paulo: Considerações a partir da perspectiva de educadores. Psicologia Escolar e Educacional [on-line], v.10, n. 2, p. 247-262, 2006.

YOKOTA, Meire Satiko Fukusawa. Evasão no ensino técnico e técnico integrado ao ensino médio: Um estudo de caso nos cursos técnicos em eletrônica, informática e mecatrônica da Etec Jorge Street do Centro Paula Souza. 2015. 95 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Gestão e Ava-liação da Educação Pública) - Faculdade de Educação, Universidade Federal de Juiz de Fora.




DOI: https://doi.org/10.5585/cpg.v21n1.20931

Direitos autorais 2022 Cadernos de Pós-graduação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Cadernos de Pós-graduação
e-ISSN: 2525-3514
www.cadernosdepos.org.br

Cadernos de Pós-graduação ©2022 Todos os direitos reservados.

Esta obra está licenciada com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional